Idosa de 70 anos que trabalhava como faxineira se forma em Universidade Federal

Ivete de Souza nasceu no seringal e terminou o ensino médio aos 50 anos

A história da ex-faxineira, Ivete de Souza, de 70 anos, é uma lição de vida para quem sonha em concluir um curso superior. A idosa que concluiu o ensino médio aos 50 anos, agora conseguiu se formar no curso de Artes Cênicas pela Universidade Federal do Acre (UFAC).

Ivete fala com o orgulho da nova conquista. De 45 alunos que iniciaram o curso, apenas seis se formaram. Na colação de grau, ela ganhou uma homenagem especial dos colegas, professores e até da reitora da universidade.

A mais nova atriz revela que nasceu em um seringal e que pediu aos pais para ir para cidade estudar. O tempo passou e ela nunca desistiu de lutar, sempre foi em busca de alcançar seu espaço.“Tinha entrado pelos 16 anos quando pedi para ele [pai] para voltar para cidade. Eu dizia que iria trabalhar nem que fosse de doméstica, mas que não ia ficar no seringal. Agora lá vou me casar com seringueiro, meu futuro não era esse não. Eu queria era continuar a estudar”, contou.

Antes de realizar o grande sonho da vida, a idosa trabalhou como auxiliar de enfermagem, faxineira, serviços gerais, na saúde e educação. E a esperança de estudar permaneceu viva.

A guerreira conta que conheceu o teatro nos anos 80 através de um convite de um amigo. Desde então, ela continua no mundo da arte. E foi por isso que ela escolheu a área das artes cênicas.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações do G1
ivete capa

Dona Ivete se formou em Artes Cênicas aos 70 anos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Compartilhe esta matéria!