Compartilhe esta matéria!

Hospital Regional de Luziânia celebra mais de 50 altas em janeiro

 
Número de pacientes fazem parte dos 542 recuperados no hospital

O mês de janeiro não tem sido fácil em muitos hospitais do país, mas em Luziânia (entorno de Brasília), a equipe de saúde do Hospital Regional (Hospital de Campanha) tem comemorado praticamente mais de uma alta por dia. No total, em janeiro, 53 pacientes diagnosticados com Covid-19 puderam voltar para casa. Muitos ainda em recuperação, mas com a alegria de rever a família e amigos.

Entre os pacientes que se recuperaram, as idades variam entre 32 e 84 anos. A maioria é moradora da cidade, porém pacientes de outras localidades também receberam foram atendidos como: Valparaíso, Cristalina, Pirenópolis, Cidade Ocidental, Novo Gama, Águas Lindas de Goiás, Campos Belos, Cocalzinho, Gama-DF, Planaltina de Goiás, Santo Antônio do Descoberto, São João D’Aliança e Posse.

O dentista Guilherme Schaff Gonçalves, de 43 anos, morador de Pirenópolis, cidade a 161 km de distância do HRL, passou 11 dias internado e recebeu todos os cuidados necessários. “O período aqui no HRL foi um turbilhão de emoções. Não esperava receber um tratamento tão eficaz assim. Sou muito grato a todos”, disse Gonçalves.

O dentista emocionou-se, no entanto, ao falar da perda recente do pai para a Covid-19.  “Infelizmente meu pai não resistiu a essa luta. É uma perda grande, mas é seguir em frente e agradecer à segunda chance que eu tive para viver”, contou emocionado.

As altas no Hospital Regional de Luziânia são comemoradas por pacientes e a equipe de saúde. A cada saída, os colaboradores do HRL cantam a música “A Alegria”, do Padre Marcelo Rossi. O corredor de saída do hospital é enfeitado com cartazes e balões.

Em oito meses de funcionamento, um dos maiores hospitais de campanha do entorno de Brasília soma mais de 540 altas de pacientes com Covid-19, sendo 230 moradores de Luziânia. As 53 altas deste mês entram na estatística dos mais de 335 mil pacientes curados no Estado de Goiás.

SOBRE HRL

O Hospital Regional de Luziânia (HRL) começou a receber os primeiros pacientes com sintomas de Covid-19 no dia 20 de maio de 2020. Vieram transferidos pela central estadual de regulação de vagas do Estado de Goiás. Os leitos são ocupados gradualmente, a partir da avaliação diária e conjunta da direção com a Secretaria Estadual de Saúde. Estadualizado, após passar oito anos em obras, o HRL foi o primeiro hospital do entorno do Distrito Federal dedicado a tratar pacientes com sintomas respiratórios agudos causados pelo novo coronavírus. Cerca de 1,2 milhão de pessoas, que moram na região, são beneficiadas pelo Hospital Regional de Luziânia.