Compartilhe esta matéria!

Hospital Regional de Luziânia celebra a alta de mais seis pacientes curados da Covid-19

 Já são mais de 320 pacientes que conseguiram vencer a doença

Em um período de tantas incertezas e desafios, celebrar a vida está sendo fundamental para restaurar a esperança de dias melhores. No Hospital Regional de Luziânia (HRL), gerido pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED, essa é uma ação constante.

A alta de cada paciente curado é comemorada com entusiasmo pela equipe da unidade, que trabalha constantemente para oferecer à comunidade um acolhimento humanizado e de qualidade.

 “Toda celebração serve como combustível para nossa equipe. Ver os pacientes voltando para suas famílias tem um valor inestimável”, conta Ana Brito, diretora do HRL.

Na última quinta-feira (8), mais seis pacientes, com idades entre 40 e 69 anos, puderam retornar para suas casas após vencerem a Covid-19. Um deles foi Francisco Clévio Siqueira, de 43 anos, que foi recebido pelo irmão Antônio Gleivonilson Teixeira Siqueira. Muito emocionado, Antônio agradeceu à equipe do hospital por todo atendimento oferecido ao familiar. “Gratidão a todos os profissionais do Hospital Regional de Luziânia pela saúde do meu irmão. Sem vocês nós não seríamos nada”, disse sob aplausos da equipe.

Essa foi a 11º alta realizada pelo HRL esta semana. O hospital vem registrando ótimos resultados desde o início da inauguração, em maio. No total, 326 pacientes já puderam retomar suas vidas após tratamento na unidade. Cerca de 5.700 pessoas receberam atendimento no Pronto Socorro, sendo a maioria de Luziânia. Pacientes de outras cidades, como Valparaíso, Ocidental, Nova Gama e Águas Lindas também estão sendo atendidos e tratados no Hospital Regional de Luziânia.

“Eu estou muito satisfeito pelo cuidado que o hospital teve com a minha esposa e o tratamento especial que ela recebeu. Estou muito feliz. Só tenho a agradecer a todos os profissionais da saúde”, contou Itamar Silva, marido da paciente Olinda Francisco Silva, de 50 anos, que teve alta na tarde da última quarta-feira (7).  

Sobre HRL

O Hospital Regional de Luziânia (HRL) começou a receber os primeiros pacientes com sintomas de Covid-19 no dia 20 de maio de 2020. Vieram transferidos pela central estadual de regulação de vagas do Estado de Goiás. Os leitos são ocupados gradualmente, a partir da avaliação diária e conjunta da direção com a Secretaria Estadual de Saúde.

Estadualizado, após passar oito anos em obras, o HRL foi o primeiro hospital do entorno do Distrito Federal dedicado a tratar pacientes com sintomas respiratórios agudos causados pelo novo coronavírus. Cerca de 1,2 milhão de pessoas, que moram na região, são beneficiadas pelo Hospital Regional de Luziânia.