Compartilhe esta matéria!


Horta em casa: Confira dicas de como plantar e cuidar de hortaliças 

Ter uma horta em casa é de grande ajuda para o bolso e para a saúde pois estão livres de agrotóxicos mas cuidar de plantas em casa não é uma tarefa fácil

Para ter uma horta em casa é preciso estar ciente de que as plantas merecem atenção tão quanto um animal de estimação ou uma criança, ela deve ser plantada da forma correta além de ser cuidada para que floresça e dê frutos. 

Confira a dicas:

Onde plantar: Não ter um quintal não é desculpa para não cultivar, Casas com pouco espaço ou apartamentos também podem dispor de um cantinho para o plantio de uma horta – basta escolher um local que receba algumas horas de luz solar direta.

Na hora de escolher o  modo de plantar a sua horta, pense no espaço disponível, considere as espécies que deseja cultivar e avalie qual modelo melhor se integra à decoração e estilo da sua casa. Algumas formas de cultivar as plantas são:

Direto na terra: ideal para quem tem quintal com espaço, nesse modelo tradicional as sementes ou mudas são plantadas direto na terra.

Vasos: vasos são alternativas práticas tanto para quem mora em casa quanto em apartamento, com várias opções de tamanhos, materiais, formatos e cores.

(Imagem: Casa aberta/Reprodução)

Embalagens recicladas: garrafas pet, latas de refrigerante ou alimentos, caixas de leite, potes de vidro. É uma saída barata, rápida e sustentável.

Floreiras: oferecendo um bom espaço, as floreiras são ótimas para uma horta compacta em pequenos espaços.

(Imagem: Casa aberta/Reprodução)

Caixas de madeira: espaçosos e baratos, caixotes de madeira e paletes podem ser boas escolhas.

Horta vertical: ideal para quem mora em apartamento, esse modelo consiste em montar a horta aproveitando espaços próximos a paredes. A horta vertical pode ser plantada em vasos, embalagens recicladas, estruturas de madeira e sapateiras.

Vale destacar que quem optar por vasos, potes, caixas, garrafas e outros recipientes, seja em hortas verticais ou horizontais, não deve esquecer de providenciar furos no fundo para evitar o excesso de água no solo.

O que plantar:

Existem grandes variedades do que se pode plantar dentro de casa é preciso levar em conta o espaço disponível, suas preferências e os cuidados que cada espécie exige.

Aqui daremos exemplos de algumas espécies simples de serem plantadas:

Hortelã

(Imagem: Ecycle/Reprodução)

Como plantar: A hortelã pode ser plantada por mudas ou sementes, conforme a espécie. É aconselhado fazer o plantio em um local sem ação de ventos fortes, uma vez que estes podem prejudicar o crescimento da planta.

Quando plantar: Embora a planta seja resistente a mudanças de clima, o ideal é plantar durante a primavera ou outono, quando as temperaturas são mais amenas.

Cuidados e quando colher: É preciso manter o solo adubado e irrigado, além de controlar o crescimento de ervas daninhas. A colheita pode ser feita a qualquer momento, tanto pela haste quanto apenas por algumas folhas. Ao colher pela haste, corte-a acima do primeiro par de folhas.

Salsinha

(Imagem: Ciclo Vivo/Reprodução)

Como plantar: as sementes podem ser plantadas em recipientes com profundidade de, pelo menos, 30 cm, para favorecer o desenvolvimento das raízes. Para agilizar a germinação, uma dica é deixar as sementes de molho em água por um dia antes de plantá-las.

Quando plantar: a salsa pode ser plantada em qualquer época do ano, de preferência aproveitando dias em que não faça calor ou frio excessivo.

Cuidados e quando colher: mantenha o solo sempre bem irrigado e planeje adubações frequentes. A colheita pode ser feita, em média, de dois a três meses após o plantio. As folhas devem ser colhidas inteiras.

Cebolinha

(Imagem: pinimg/Reprodução)

Como plantar: pode ser plantada em sementes ou mudas. Caso as sementes não sejam plantadas diretamente no local definitivo, o transplante pode ser realizado depois de 30 a 40 dias.

Quando plantar: durante todo o ano, dando preferência às épocas de clima ameno.

Cuidados e quando colher: solo irrigado e adubado, com abundância de nutrientes. A colheita pode ser feita de dois meses e meio a quatro meses após o plantio. Colha as folhas inteiras, retirando-as pela base e nunca pela metade.

 Alecrim

(Imagem: Fronteira/ Reprodução)

Como plantar: o alecrim pode ser plantado por sementes ou mudas. No caso das mudas, o transplante para lugar definitivo deve ser feito apenas quando o ramo atingir entre 15 e 20 cm.

Quando plantar: plantas jovens não devem ficar expostas a temperaturas muito baixas, então prefira realizar o plantio em épocas mais quentes, como primavera ou verão.

Cuidados e quando colher: resistente a secas, as regas devem ser mais frequentes na planta jovem e podem ficar mais espaçadas na planta desenvolvida. A colheita pode ser feita a partir do terceiro mês após o plantio, sem retirar mais da metade dos ramos de uma só vez para não prejudicar o crescimento.

Esses são bons exemplos para você começar a plantar em casa.

Da Redação do Alô Valparaíso Com informações do Dicas de mulher