(Foto: Reprodução/Globo Brasília)

Compartilhe esta matéria!

Homem mata cachorro a facadas em ritual macabro no Distrito Federal

Suspeito disse que a morte do animal seria uma oferenda para ‘Satanás’

Um caso revoltante de maus-tratos e violência contra um animal foi registrado no último final de semana em Ceilândia, no Distrito Federal. Um homem foi preso suspeito de matar um cachorro a facadas e afirmar que o animal era uma oferenda para ‘Satanás’.

O autor foi autuado por maus-tratos a animal e liberado. Segundo a Polícia Civil do DF, ele foi solto porque “trata-se de um delito de menor potencial ofensivo”.

O caso foi registrado na 15ª Delegacia de Polícia, em Ceilândia, pela advogada Ana Paula Vasconcelos, ativista que atua na proteção de animais.

De acordo com as investigações, o homem – que não teve o nome divulgado – deu ao menos seis golpes de faca no animal e, após a morte do cão, amarrou as patas dianteiras, traseiras e focinho com arame farpado.

Na 15ª DP, o suspeito confessou o crime e disse que agiu impulsionado por uma “força maligna”, oriunda do “diabo”. Ainda de acordo com a PC-DF, a pena para o crime é de três meses a um ano de reclusão, sendo aumentada por conta da morte do animal.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações do G1