Guarda municipal assassina namorada e depois se mata no Entorno do DF

Caso aconteceu no município goiano de Cristalina

Durante a madrugada desta sexta-feira, dia 11 de outubro, uma mulher foi morta a tiros nos fundos de um bar, em Cristalina (GO), no Entorno do Distrito Federal.

A Polícia Civil de Goiás informou que o autor dos tiros é o namorado dela, um guarda civil municipal, que fugiu do local e se matou minutos depois, dentro de uma casa.

Para a Polícia Militar, testemunhas disseram que Alexandre estava "alterado, ingerindo bebidas alcoólicas e dizia que iria se matar” caso fossem prendê-lo na casa usada como esconderijo após o crime.

Ao chegarem ao local, os policiais tentaram conversar com o guarda municipal. No entanto, o mesmo engatilhou uma arma e atirou contra ele mesmo. Alexandre foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo o delegado Fabiano Medeiros, responsável pelo caso, Alexandre José Padilha teria matado Ana Beatriz Nascimento Silva por acreditar que estava sendo traído. "Testemunhas ouvidas por nós disseram que ele acreditava que estava sendo traído e não aceitou a situação. O casal começou uma briga, e ele atirou nela", afirmou.

Em nota divulgada para a imprensa, a Guarda Civil Municipal de Cristalina informou que está "chocada como acontecimento", mas que a situação é um "caso isolado". Disse ainda que o guarda estava de folga e que o órgão está "realizando todos os procedimentos cabíveis para dar apoio às famílias".

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações do G1GO
gm

Alexandre José Padilha matou Ana Beatriz Nascimento Silva, e depois cometeu suicídio. (Foto: Reprodução/Facebook)

Compartilhe esta matéria!