Grupo criminoso que fraudava planos de saúde na mira da Polícia Civil do DF

Operação Esculápio foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (27)

Na manhã desta quarta-feira (27), uma organização criminosa especializada em fraudar planos de saúde coletivo e por adesão, foi alvo da Operação Esculápio, deflagrada pela Polícia Civil do Distrito Federal (DF) em conjunto com o Ministério Público do DF.

Segundo a PC-DF, os investigados ligavam as vítimas a planos empresariais e fraudavam dados como idade, vinculação à empresa e atestado de saúde. “As propostas falsas eram aceitas pelas seguradoras e os clientes começavam a pagar as mensalidades, acreditando estar cobertos”.

De acordo com a investigações, os envolvidos são empresários e corretoras de seguro. Eles vendiam planos de saúde a pessoas vulneráveis, que, normalmente são recusadas pelas seguradoras por causa da idade avançada ou pela frágil condição de saúde.

Ao todo os policiais cumpriram sete mandados de busca e apreensão no DF e quatro no Rio de Janeiro. O MP informou que mais de 100 vítimas da organização criminosa foram identificadas.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações da Agência Brasil
PCDF

Operação Esculápio foi deflagrada nesta quarta-feira (27). (Foto: Divulgação/PC-DF)

Compartilhe esta matéria!