Neste início de  2018, o Governo Municipal de Valparaíso de Goiás, por meio da Superintendência de Fiscalização (SUSFIM) e Superintendência de Trânsito, realizou uma ação administrativa e integrada para regularização das empresas que atuam no município.

Segundo a Administração Municipal, o trabalho objetiva notificar as empresas que estavam funcionando com irregularidades, sem alvará de funcionamento ou documentos indispensáveis para execução das atividades.

De acordo com a Gestão de Valparaíso, ações administrativas de fiscalização são realizadas com frequência em todo o município e abrangem as empresas de diversos setores.

Números apresentados pela Prefeitura mostram que somente em 2017 mais de 500 empresas foram notificadas para regularização e legalização de suas atividades.

Para regularização, as empresas notificadas ou embargadas devem solicitar a regularização junto ao órgão competente (SUSFIM), no endereço: Quadra 49, Lote 13 – Esplanada III.

Na área de trânsito os veículos irregulares, com muito tempo de uso e inapropriados para transporte ou que não apresentaram documentação obrigatória, como documento do veículo ou condutor, foram aprendidos. No que diz respeito aos mototaxistas, o intuito é que outras ações de adequações sejam tomadas para regularizar definitivamente a categoria.

Conforme informação divulgada pelo Poder Executivo Municipal, o Serviço de Transporte de Passageiros por meio de motocicletas, no município de Valparaíso de Goiás, instituído pela Lei Municipal nº 242, de 07 de outubro de 1999, constitui um serviço público sob fiscalização da Divisão de Trânsito, sendo a divisão responsável por aplicar penalidade de advertência; cancelamento e suspensão da permissão e do registro dos condutores de moto táxis, comprovada qualquer incapacidade prevista em Lei.

O Poder Público garante que ação integrada que vem sendo promovida na cidade tem apenas o intuito de coibir irregularidades e garantir a segurança da população que utiliza esse tipo de transporte para locomoção.

Da Redação