(Foto: Aline Cabral/ OVG e Secom)

Compartilhe esta matéria!

Governo de Goiás entrega mais de 153 mil cestas básicas em todo o Estado

”É um orgulho ouvir das pessoas que agora elas são vistas e ajudadas de verdade pelo Governo”, afirma o governador Ronaldo Caiado sobre a ação. Terceira etapa da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, que começou no dia 10 de maio, conclui distribuição em parceria com prefeituras nesta terça-feira (22/06).

O Governo de Goiás alcança, nesta terça-feira (22/06), todos os 246 municípios goianos na terceira etapa da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus. Foram mais de 153 mil cestas básicas destinadas a famílias vulneráveis, em pouco mais de um mês da ação. A entrega, que começou no dia 10 de maio, demonstra a preocupação da atual gestão em garantir a segurança alimentar daqueles que foram afetados pela pandemia da Covid-19. Com a retirada dos alimentos pelas cidades de Pirenópolis e Três Ranchos, nesta terça-feira, todos os municípios estarão contemplados pela Campanha.

De acordo com o governador Ronaldo Caiado, uma das principais preocupações do Governo é suprir as necessidades das famílias vulneráveis de Goiás. “Nós não medimos esforços para que os benefícios cheguem a todos aqueles que precisam, não importa a região do estado em que vivam. Todas as nossas ações seguem critérios técnicos e bem planejados, por isso têm sido um sucesso. É um orgulho ouvir das pessoas, quando recebem os benefícios, que agora elas são vistas e ajudadas de verdade pelo Governo. Goiás entrou nos trilhos e seguirá no caminho certo para que nenhum goiano fique desamparado”, garante o governador.

“Sempre digo: quem tem fome tem pressa. Desde o ano passado, com os efeitos do novo coronavírus na vida das famílias, nós nos mobilizamos para que esses alimentos chegassem àquelas pessoas que mais precisam. Hoje, ver que conseguimos em um prazo tão curto distribuir as cestas em todos os cantos de Goiás nos alegra e nos motiva a seguir trabalhando. Esse é o resultado de parcerias entre diversas pastas estaduais e sociedade civil, fruto de um grande trabalho em equipe”, destaca a presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado.

Para que os benefícios cheguem a todas as cidades, Gracinha participa, duas vezes por semana, de lives com gestores sociais e primeiras-damas municipais. Nos encontros virtuais, além de discutir e construir soluções conjuntas para os desafios de cada cidade, a primeira-dama promove os debates sociais, que têm como objetivo organizar a proteção social em todo o Estado.

Os encontros virtuais ocorrem desde o ano passado, quando as duas primeiras etapas da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus foram realizadas. Na ocasião, todos os 246 municípios receberam mais de meio milhão de cestas básicas para combater a fome e garantir dignidade a famílias em situação de vulnerabilidade.

Em 2021, com a conclusão da entrega das cestas às prefeituras de todos os municípios, a Campanha agora focará na distribuição dos alimentos em quilombos, assentamentos e acampamentos rurais, tribos indígenas e bairros vulneráveis da capital e região metropolitana, e para atender as demandas da Ouvidoria Social do GPS.

As entregas são realizadas por uma força-tarefa composta pelas equipes da OVG, GPS, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Emater, com apoio dos municípios e forças de segurança. As cestas chegam às famílias de porta em porta, sem aglomeração e respeitando os cuidados necessários.

Entre as famílias beneficiadas pela ação, está a da Deuseni Freire de Andrade, 58 anos, de Aparecida de Goiânia. Com um grande sorriso no rosto, ela diz que a cesta básica a ajudará muito. “Muitas vezes a gente passa necessidade em casa e não tem de onde tirar para comprar nem um pacote de arroz. Quando vieram aqui na minha porta e me entregaram essa cesta, eu agradeci muito a Deus. Não é fácil abrir o armário e não ter nada dentro. Pode parecer pouco para muita gente, mas para todos nós essa cesta básica é tudo”, conta a dona de casa.

Trabalho conjunto
De acordo com a presidente do Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social (Coegemas Goiás), primeira-dama de Divinópolis, Cláudia Tolentino, alcançar todo o Estado em tão pouco tempo demonstra o empenho e a dedicação do Governo de Goiás em apoiar os municípios.

“Essa ação é importantíssima, especialmente nesse momento de pandemia. As demandas dos CRAS nas cidades aumentaram muito e o número de pessoas em vulnerabilidade cresceu em meio à crise, pois muitos acabaram perdendo a renda. Através do apoio do Governo com o envio das cestas básicas aos municípios, conseguimos atender a todos que têm nos procurado em busca de ajuda. Tudo isso mostra o quanto o Governo de Goiás tem se preocupado com a nossa população carente”, pontua Cláudia.

Já para o presidente da Federação Goiana dos Municípios (FGM), Haroldo Naves, o foco na melhoria dos serviços públicos destinados ao interior tem sido fundamental. “O Governo de Goiás vem desempenhando um grande papel nos municípios. Os programas de apoio à população, com forte presença de dona Gracinha Caiado, vêm contribuindo muito com o bem-estar do povo. Como Presidente da FGM e prefeito da cidade de Campos Verdes, reconheço e estimo a continuidade dessas ações tão importantes”, destaca Haroldo.

Para a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, mais que um número, as mais de 153 mil cestas básicas representam comida na mesa das famílias goianas. “É muito gratificante saber que as ações desenvolvidas pelo Governo, por meio da OVG, transformam a realidade das pessoas e oferecem dignidade a elas. Ao chegarmos a todos os municípios, o sentimento é de satisfação em saber que, a cada doação, estamos melhorando a vida de quem precisa”, acrescenta.

Investimentos na proteção social
Desde o início da pandemia, mais de R$ 70 milhões já foram investidos pelo Governo de Goiás para garantir a segurança alimentar das famílias goianas. Em março, o governador Ronaldo Caiado autorizou o repasse de R$ 28 milhões aos 246 municípios do Estado, por meio de cofinanciamento da Assistência Social, para utilização em despesas emergenciais geradas pela pandemia, o que inclui aquisição de cestas básicas e ações de proteção social. O valor se soma ao investimento de R$ 21 milhões destinados para a compra de cestas básicas, que estão sendo distribuídas aos municípios.

O Governo de Goiás e a OVG têm promovido, ainda, orientações e capacitações para viabilização e utilização do recurso repassado. Esse foi o maior montante financeiro do Brasil destinado por governadores diretamente para a Assistência Social dos municípios.

Alô Valparaíso/*Com as informações da Secom