Na última semana, a empresa de transporte G20 anunciou a redução no valor da tarifa de ônibus de suas linhas que circulam no Entorno de Brasília. A informação foi divulgada em vários veículos de comunicação, dentre eles: Jornal O Dia a Dia, Blog Luziânia na Rede e o nosso Alô Valparaíso.

Contudo, hoje (07), a situação foi tratada de uma maneira diferente. Em matéria apresentada na TV Anhanguera, a G20 declarou que ainda não sabe quando a redução nos valores das passagens irá valer para os passageiros da região.

A empresa informa que, na última sexta-feira (04), entrou com um pedido junto a ANTT solicitando a autorização para reduzir o preço das tarifas. No entanto, a Agência Nacional de Transportes Terrestres ainda não assinalou com uma resposta positiva, oficial e que autorize a diminuição dos preços.

Devido a este fato, o aumento de 11,2994% sobre as passagens continuarão a ser cobrados nas linhas: Luziânia – Taguatinga; Luziânia – Gama; Luziânia – Brasília.

A tarifa mais alta pegou os passageiros do Entorno de surpresa e passou a vigorar no dia 21 de fevereiro. Por causa do preço alto da passagem, muitos trabalhadores que dependem do transporte público da região, estão sendo demitidos de seus trabalhos no Distrito Federal.

O diretor financeiro da G20, afirmou a reportagem da TV Anhanguera que, depois do reajuste anunciado no dia 19 de fevereiro, ele sentiu uma queda brusca de passageiros, aproximadamente 60%. O objetivo da empresa é o de conseguir a redução junto a ANNT para atrair de volta os usuários  de transporte de Luziânia e Entorno.

Por Marcelo Carlos