Na última terça-feira (29), Erika Larissa de Albuquerque Caiana, entrou em contato com a nossa redação para reclamar de mais uma medida de corte efetuada pela Prefeitura Municipal de Valparaíso de Goiás.

Desta vez, a crise administrativa e financeira da cidade, infelizmente, atingiu e prejudicou alguns frequentadores do Centro Municipal Integrado de Terapia Ocupacional, mais conhecido como Cemito.

De acordo com Erika Larissa, ontem, dia 29 de março, um grupo de mais de 70 pessoas que praticam atividades físicas no centro municipal, foi informado que a prefeita Lucimar Nascimento, do PT, decretou o encerramento dos atendimentos realizados durante a noite. 

“Fomos informados que a prefeita Lucimar, mandou acabar com o atendimento noturno no Cemito, alegando que não consegue arcar com os custos deste turno. Ela simplesmente tirou uma benfeitoria que conquistamos durante anos”, disse Erika ao Alô Valparaíso.

De acordo com a informação, o Cemito a partir de agora, funcionará apenas nos períodos matutino e vespertino, onde atenderá somente alunos matriculados na rede municipal de ensino, deixando de fora muitas pessoas que frequentam há anos o mesmo espaço.

Por Marcelo Carlos