(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Compartilhe esta matéria!

Família afirma que mulher morreu após ser atropelada pelo ex na frente de filhos, em Valparaíso de Goiás

O irmão da vítima tentou impedir que o ex dirigisse o caminhão embriagado quando aconteceu o atropelamento

Na última quinta-feira, 1º de julho, a auxiliar de serviços gerais Elizete Santos de Jesus, de 31 anos, morreu após ser atropelada pelo ex-companheiro com um caminhão, na quinta-feira (1º), em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal.

Para o G1, o irmão da vítima, disse que o homem não aceitava o fim do relacionamento e insistia no retorno do namoro. A Polícia Civil de Goiás investiga o caso.

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem procurou por Elizete com a intenção de reatar o namoro, mas após uma briga, o homem foi ingerir bebida alcoólica em um bar próximo da casa dela. O suspeito está foragido.

“Ela estava separada há um ano desse relacionamento complicado, mas ele ficava mandando mensagem para ela, pedindo para voltar. Os filhos viram o atropelamento. Queremos justiça”, relatou o irmão.

Ainda de acordo com a matéria do G1, aparentemente embriagado, o procurado estava indo embora dirigindo um caminhão. No entanto, Elizete tentou impedir, de acordo com o boletim. Ao subir na porta, o homem arrancou com o veículo, ela caiu e foi atropelada, conforme contou o irmão. A vítima deixa quatro filhos adolescentes.

Conforme informações da PC-GO, após o atropelamento, o suspeito fugiu sem prestar socorro em direção ao Gama (DF). Um dos filhos de Elizete pegou uma carona e tentou perseguir o homem em uma moto, mas ele jogou o caminhão contra o adolescente, que encerrou a perseguição por medo.

Alô Valparaíso/*Com as informações do G1-GO