Na noite do último sábado (2), mais uma vez faltou energia elétrica em muitos bairros de Valparaíso de Goiás, cidade goiana localizada no Entorno do Distrito Federal.

O fato constante atrapalha a vida de comerciantes e moradores do município e o problema arrasta-se até o início deste domingo. Muitas residências ainda sofrem com a falta de luz e com a escassez de informações sobre o contratempo. Não existe previsão para o restabelecimento do serviço pela Celg.

A população de Valparaíso vive momentos de preocupação e aborrecimentos. Os apagões constantes fazem inúmeros empresários fechar as portas de seus estabelecimentos comerciais e até mesmo a perder mercadorias que por falta de energia elétrica que estragam em freezers e geladeiras.

“A Celg não nos respeita, seja oferecendo este serviço vergonhoso ou omitindo informações sobre os problemas que causam essas quedas sistemáticas de energia. Ontem, eu fechei meu comércio mais cedo e hoje parece que problema continuará”, disse Maria Helena ao Alô Valparaíso.

Moradores da cidade reclamam também da falta de estabilidade da luz. A situação tem causado prejuízos rotineiros e existem muitos registros em Valparaíso de eletrodomésticos e aparelhos eletroeletrônicos queimados.  

“Eu estou cansado de tantos prejuízos. Aqui em casa já perdemos televisores e uma geladeira. No apartamento da minha filha, na Cidade Jardins, aconteceu o mesmo. Não temos nenhuma explicação e a Celg continua fazendo os consumidores de palhaço”, afirmou José Luiz, aposentado e morador do Parque Esplanada III.

Na noite de ontem, o Shopping Sul, maior empreendimento comercial do Entorno, foi atingido pelo blecaute e os lojistas terão que arcar com muitos prejuízos financeiros ocasionados por um serviço precário oferecido aos consumidores valparaisenses pela companhia de energia elétrica goiana (Celg).

Por Marcelo Carlos