Nesta sexta-feira, dia 22 de julho, daremos continuidade a uma série de entrevistas com nomes postulantes à vereança, em Valparaíso de Goiás, cidade localizada no Entorno do Distrito Federal.

Desta vez, abriremos espaço para o Professor Luiz Henrique, pré-candidato a vereador pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Essas matérias especiais objetivam apresentar a população da cidade, quem são e o que fazem os pré-candidatos que pretendem concorrer aos cargos eletivos nas Eleições Municipais do próximo dia 02 de outubro.

Confira abaixo o nosso bate-papo na íntegra com o Professor Luz Henrique:

Quem é o professor Luiz Henrique?

Um cidadão preocupado com a Educação de Valparaíso e comprometido com a qualidade de vida da nossa cidade. Sou graduado em Jornalismo, com Licenciatura em Língua Portuguesa e pós graduado em Filosofia, Sociologia; e Gestão Escolar. Resido em Valparaiso há 11 anos, sou casado com Adriana Lúcia, com quem tenho três filhos: Ingrid Lúcia, Victor Henrique e Isabelli Lúcia.

Quando surgiu engajamento político?

Nos tempos do Ensino Médio, quando fundei o 1º Grêmio Estudantil de Sobradinho/DF. Nesse compasso, liderei a primeira greve dos Estagiários da Caixa Econômica, em Brasília, no ano de 1987. Na Faculdade de Comunicação fui diretor Cultural do Centro Acadêmico. Sempre fui um admirador de Getúlio Vargas, por causa do verve trabalhista e pelo legado de conquistas que deixou para nós trabalhadores. Nessa balada acabei transferindo essa simpatia para Leonel Brizola, defensor da Educação, do trabalho e fundador do PDT. Em 2005, escolhi Valparaíso para morar e cuidar da minha família. Me filiei em 2007, ao partido e fui candidato a vereador em 2008. Agora estou novamente colocando o meu nome à disposição da cidade.

Por que lançar uma pré-candidatura a vereador em Valparaíso de Goiás?

Porque desde que cheguei em Valparaíso me sentir incomodado com a falta de estrutura de uma cidade acolhedora e ao mesmo tempo mal cuidada. Como pode uma cidade com 21 anos de emancipação não ter uma rodoviária; uma corporação de incêndio; escola integral de ensino fundamental, nos moldes dos Cieps; áreas de lazer; um clube com piscinas, tipo a água mineral; uma segurança pública efetiva; um hospital que funcione decentemente; não ter rede de esgoto em muitos bairros; e passarelas na BR 040. A iniciativa privada acreditou na cidade e tanto é verdade, que temos um comércio bem diversificado e o melhor Shopping do entorno. E o poder público? Nunca tratou o município com tal prioridade.   

Como o senhor analisa o trabalho de Ricardo Viana à frente do PDT?

O Ricardo assumiu a presidência do partido e deu a identidade que a legenda estava precisando. É um jovem líder cheio de ideais, de uma safra nova de políticos que estão surgindo com muita competência. Valparaíso ainda vai se orgulhar muito desse cidadão. Estou na militância pedetista há 9 anos e sempre vi nele uma pessoa que defendeu seus posicionamentos, mas respeitando democraticamente os companheiros de partido. Ricardo não mede esforços para levar o nome do partido, por onde quer que ande.

Como o professor Luiz Henrique recebeu o anúncio do Partido Democrático Trabalhista ao pré-candidato a prefeito Pábio Mossoró (PSDB)?

Sem surpresa nenhuma. Com essa aproximação, abrimos mão da candidatura majoritária, mas em troca pleiteamos a vaga de vice-prefeito. O PDT quer dar a sua contribuição e para isso propõe dialogo com todos os partidos. Na política, as vezes precisamos recuar um passo, para avançar dois. Então é Pábio Mossoró e Ricardo Viana juntos por um Valparaiso melhor.   

Qual é a sua avaliação da atual gestão municipal em Valparaíso?  

Fraca. A atual prefeita como pessoa é 10. Ela é professora igual a mim e não tenho sombra de dúvidas que ela tem muita vontade de fazer o melhor pela cidade. Mas foi muito mal assessorada e não cumpriu com muitas promessas de campanha. Estávamos na base do governo até meados de 2015, mas diante de certos posicionamentos ficou inviável o PDT caminhar com a gestão petista e para piorar ainda teve o reflexo negativo do PT nacional.           

Como anda a aceitação a sua pré-candidatura à Câmara de Vereadores?

A cada dia que passa tenho recebido mais adesões de amigos e simpatizantes. Por onde passo tenho ouvido mais elogios, do que agressões. Não é fácil ser candidato a um cargo público, visto que a classe política anda tão desacreditada. Mas sou um cidadão de bem, tenho uma história de vida digna e vou provar que podemos fazer política com seriedade, isenção e ética.

Deixe aqui uma mensagem à população da cidade.

Amigos de Valparaíso, a esperança é a força que alimenta o ser humano num amanhã melhor. Podemos ter qualidade de vida na nossa cidade, podemos ter Educação, Lazer, Segurança, Transporte e tudo mais. Mas isso, só se tornará realidade quando você votar em candidatos comprometidos com o município e que façam política com seriedade. Boa eleição pra nós, um forte abraço e que Deus nos abençoe.

Por Marcelo Carlos