O principal suspeito de matar o casal de professores Milena Barbosa Gama, 33 anos, e Antônio Vidal da Silva, 36, se entregou no fim da tarde da última quarta-feira (31/8). Orlando Bernardino de Melo, 49, ex-marido da professora, se apresentou às 17h na Corregedoria da Polícia Militar no Distrito Federal. O PM reformado confessou o crime, mas alegou legítima defesa. Ele está preso no Complexo Penitenciário da Papuda.

O crime aconteceu na madrugada do último sábado (27/8). Segundo o delegado Cléber Júnio Martins, do Grupo de Investigações de Homicídios de Águas Lindas, o homem se apresentou à Polícia Militar acompanhado de dois advogados. A corporação, então, o conduziu até a delegacia da cidade no Entorno. Orlando, separado de Milena havia cinco meses, disse que foi até a casa da vítima por volta das 4h para ver as filhas. Ele detalhou em depoimento que, ao chegar ao local, viu um carro estacionado no quintal e, com isso, decidiu invadir a residência, danificando a cerca da propriedade.

Postado por Marcelo Carlos (com as informações do Correio Braziliense)