Na última sexta-feira (15), Valparaíso de Goiás ganhou destaque negativo na luta contra a Dengue. O município do Entorno do DF apareceu na 5ª posição do ranking de casos notificados da doença em Goiás. A cidade apresentou no início de 2016, um registro avantajado de 103 incidências.

Mais um fato lamentável que veio à tona, foi à notícia da morte de uma cidadã valparaisense. Na última semana, uma mulher residente no bairro Jardim Oriente tornou-se vítima de Dengue hemorrágica. Em 2015, um óbito ocasionado pela epidemia já havia sido registrado em Valparaíso.

No ranking das sete cidades com maior número de casos confirmados em janeiro de 2016 estão Goiânia (204), Anápolis (188), Luziânia (140), Rio Verde (117), Valparaíso (103), Aparecida de Goiânia (78) e Senador Canedo (64).

No fim de 2015, o governador Marconi Perillo já havia decretado emergência em Goiás para o combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor do  Zika vírus, Chikungunya e Dengue. No entanto, parece que várias cidades goianas não tem levado a sério a perigosa situação.

De acordo com postagem do vereador Dr. Marcus Vinícus, realizada nesta segunda-feira (18), o Secretário Municipal de Sáude, Walter Mattos, estaria partido do Aeroporto Internacional de Brasília-DF para um período de férias.

“Enquanto Valparaíso vive o caos em virtude do surto de Dengue em nossa cidade, acabei de receber um telefonema dizendo que o homem que deveria estar lutando para combater esse mal está no Aeroporto de Brasília se preparando para embarcar para viajar de férias”,  escreveu o vereador.

Durante o ano de 2015, Valparaíso sempre se manteve entre os 10 municípios goianos com o maior número de casos notificados de Dengue. Ao todo, foram registrados 2.504 até o dia 10 de outubro. Os dados também confirmaram um óbito ocasionado pela doença.

No combate ao Aedes aegypti, Goiás realiza uma força-tarefa implementada desde o decreto de emergência sanitária, que passou a vigorar no Estado em dezembro do ano passado em função da epidemia de dengue, transmissão do vírus zika e da chikungunya

Caso a denúncia do vereador Dr. Marcus Vinícius seja verdadeira, o fato só comprova a falta de bom senso e de humanidade dos gestores públicos de Valparaíso, que colocaram a cidade em uma posição estadual vergonhosa. Hoje estamos em alerta máximo contra a Dengue e precisamos de líderes presentes e compromissados com nosso município. A Saúde Pública merece mais atenção da Gestão Municipal e de todos os cidadãos valparaisenses. 

Por Marcelo Carlos