Em Valparaíso, acusado de violência doméstica é preso pela segunda vez "

M.F.F., de 41 anos, é acusado de descumprir medidas protetivas de urgência deferidas para sua ex-esposa.

Nesta quinta-feira, dia 16 de agosto, em Valparaíso de Goiás, policiais civis lotados na Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), cumpriram mandado de prisão preventiva expedido em desfavor de M.F.F., 41 anos. Ele é acusado de descumprir medidas protetivas de urgência deferidas para sua ex-esposa.

Segundo a Polícia Civil, o homem foi investigado em 2017 por ter ateado fogo na residência de sua companheira e tê-la ameaçado. Na ocasião, foram deferidas medidas protetivas de urgência para a vítima, mas o autor não as respeitou e foi preso preventivamente pelo seu descumprimento. Durante o curso da ação penal, M.F.F. foi colocado em liberdade e orientado de que as medidas protetivas em favor da vítima ainda possuíam validade.

No entanto, quase um ano depois, em abril de 2018, ao descobrir que a ex-esposa namorava outro homem, M.F.F. voltou a perturbá-la. Desde então, enviou mensagens para ela e seu namorado, nas quais afirmava que mataria ambos, além de passar em frente à casa da vítima e do local de trabalho do namorado desta. O autuado disse a terceiros que compraria uma arma para matá-los.

Diante desse cenário, a vítima procurou a DEAM e registrou nova ocorrência, na qual relatava os fatos mais recentes. A autoridade policial representou, novamente, pela prisão preventiva do autor, que foi deferida judicialmente e cumprida.

Da Redação do Alô Valparaíso