Em Luziânia, presidiária sofre ataque de asma dentro da cela e morre

Divina Raimunda foi socorrida e não resistiu a caminho da UPA

Na última segunda-feira, 26 de novembro, uma presidiária morreu após passar mal numa cela da Unidade Prisional do município de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal.

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), informou que Divina Raimunda Soares, de 59 anos, cumpria pena por homicídio e sofreu um ataque de asma.

A DGAP também relatou que o caso foi registrado por volta de 9 horas, quando colegas de cela chamaram os agentes e disseram que Divina estava se sentindo mal.

Ao receber socorro, a detenta reclamou de falta de ar e perdeu os sentidos. Ela chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu.

A Administração Penitenciária comunicou que não indícios de homicídio e que o laudo do Instituto Médico Legal (IML) ainda não foi concluído.

Da Redação do Alô Valparaíso
Compartilhe esta matéria!