Em Luziânia, mãe e filho suspeitos de participação em homicídio são presos; vítima era marido e pai

Prisões foram feitas pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH)

Na última quinta-feira (17/10), os policiais civis do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal, cumpriram mandados de prisão temporária em desfavor de Nerivan Gabriel Ilode Alsteen e Gabriel Ilode Alsteen. Ambos eram procurados por terem participação na morte de Robert Rene Alsteen, ex-gerente de um conhecido restaurante em Brasília (DF).

Segundo a Polícia Civil de Goiás, o crime ocorreu no dia 19 de agosto deste ano, bairro São Caetano, quando indivíduos chegaram ao local em um veículo Ford Ka vermelho e executaram Robert com disparos de arma de fogo.

Ainda de acordo com a Polícia, Nerivan e Gabriel são, respectivamente, ex-mulher e filho da vítima e são suspeitos de participação no crime, cuja execução foi perpetrada por Anderson Gonçalves da Silva e Clayton Camelo da Silva. Anderson e Clayton, os executores, cumpriam pena no regime semiaberto e, desde a prática do crime, são considerados foragidos pela Justiça.

Os indiciados foram interrogados sobre os fatos e, encerradas às inquirições, recolhidos aos respectivos presídios, onde se encontram à disposição do Poder Judiciário.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com informações da PCGO
presos

Mãe e filho são presos pelo GIH em Luziânia. (Foto: Reprodução/PCGO)

Compartilhe esta matéria!