Dr. Adolfo Lopes é um homem muito inteligente. Quando falamos de experiência, além de sua sinceridade e honestidade, outra coisa que chama bastante atenção, é o seu grande currículo na política. Adolfo já mostrou trabalho na administração pública, municipal, distrital, estadual e federal.

O advogado e economista foi vice-prefeito de Valparaíso de Goiás, no mandato de Lêda Borges (PSDB), Secretário Municipal de Finanças, Secretário de Planejamento do GDF e também candidato a Deputado Estadual pelo PMDB.

Em entrevista exclusiva concedida ao Alô Valparaíso, o emblemático Dr. Adolfo Lopes, figura história da política valparaisense, falou de suas expectativas para as próximas eleições municipais e teceu críticas ao governo da prefeita Lucimar Nascimento. O experiente líder acredita que pode contribuir bastante com Valparaíso, seu retorno à política tem um grande objetivo: alavancar desenvolvimento da cidade. Confira abaixo o nosso bate-papo:

Alô Valparaíso:  Dr. Adolfo Lopes, o senhor é um homem de muita sabedoria e experiência na administração pública, tendo passado pelo GDF e sendo vice-prefeito de Valparaíso. Atualmente o que se encontra fazendo?

Dr. Adolfo Lopes: Eu sou aposentado e tenho meus rendimentos conquistados após uma vida de trabalho e dedicação à minha profissão. Como advogado e economista, ainda hoje presto consultoria a clientes que me contratam e procuro ser útil à comunidade de minha cidade, Valparaíso, das mais diversas formas possíveis. Não sou um homem ambicioso e ganho mais do que preciso para levar uma vida confortável e dentro dos padrões a que me habituei.

Alô Valparaíso: Já estamos em 2016, ano de eleições municipais. Quais são as possibilidades de candidatura do Dr. Adolfo Lopes?

Dr. Adolfo Lopes: Todas as conversas que venho mantendo com grupos partidários levam a crer que serei efetivamente candidato a prefeito de Valparaíso no pleito de 2016. Porém, ninguém deve ser candidato de si mesmo. Naturalmente somente serei candidato caso meu nome reúna consenso e apoio suficientes para que isso ocorra. O tempo dirá.

Alô Valparaíso: Há rumores, que o senhor tenha conversado e entrado em entendimento com o Francisco Carvalho, presidente do diretório municipal do PP. Existe veracidade nesta informação?

Dr. Adolfo Lopes: Como disse acima, venho mantendo contato com diversos grupos partidários e, entre esses, também estive com o Sr. Presidente do PP, Francisco Carvalho. E assim como em todas as conversações, mantive a mesma postura: ofereço meu nome para apoiar algum candidato de consenso ou mesmo para ser este candidato. A verdade é que precisamos urgentemente iniciar um grande projeto de retomada de desenvolvimento para Valparaíso. Este projeto, poderíamos chama-lo de “Hora do Juízo”… Mas não no sentido de “juízo final” de hecatombe… No sentido de termos juízo e pensarmos mais em nossa cidade. Não podemos continuar nesta situação que hoje nos encontramos. Pode anotar: quem fomenta a divisão, está apostando na situação…

Alô Valparaíso: Como o senhor avalia a atual gestão petista em Valparaíso de Goiás?

Dr. Adolfo Lopes: Eu creio que o PT foi em Valparaíso, assim como no resto do país, profundamente infeliz em sua visão administrativa. Desatualizado, retrógrado e com ideias antigas, o Partido dos Trabalhadores parou no tempo. Em pouco mais de 3 anos Valparaíso passou do vinho para a água. Pioramos… Mas, olhando o que foi feito com a infraestrutura e com a economia do Brasil, não existe surpresa nisto. O que Valparaíso precisa fazer agora é perceber que apostou errado. Democracia é assim mesmo. Por vezes erramos ao votar. Porém, depois, com o nosso próprio voto, a gente conserta!

Alô Valparaíso: Quais foram os maiores erros da Prefeita Lucimar em três anos de mandato?

Dr. Adolfo Lopes: Não sou afeito a julgamentos. As urnas de outubro é que irão julgar a atual prefeita. O que posso dizer, como cidadão, como chefe de família, como pessoa que ama Valparaíso e quer vê-la melhor, é que continuamos seguindo a mesma antiga trilha dos erros administrativos. A vocação de nossa cidade, Portal do DF, sempre foi o desenvolvimento, a qualidade de vida, a paz, a educação de qualidade e a saúde de nosso povo. Infelizmente, quem nos administra teima em seguir contra essa vocação, apostando em projetos equivocados ou, como atualmente, administrando sem projeto algum. No mundo atual quem não planeja, fracassa. 

Alô Valparaíso:  O que o próximo prefeito de Valparaíso deve fazer para a nossa cidade voltar a caminhar rumo o desenvolvimento?

Dr. Adolfo Lopes: Não sei quanto aos demais candidatos, posso falar por mim. Valparaíso paga um preço excessivamente alto por ser vizinha do DF. Ficamos com todos os ônus, com todo o descaso que o “vizinho rico” nos devota do lado de lá do muro. Porém, pouco fazemos para consertar esta situação. Já fui Secretário de Administração do GDF. Estou cansado de saber que os bons projetos, oriundo da Região Legal do Entorno, são PLENAMENTE ATENDIDOS, porque a legislação e os regimentos da RIDE levam a isso. Ocorre que Valparaíso nunca teve, digamos, administradores com massa cinzenta suficiente para produzir os projetos estruturantes que são vitais para nossa cidade. Se tivesse, pode ter certeza que o incômodo de ser rasgado por uma rodovia já teria se tornado  uma solução inteligente de integração da cidade. As estruturas precárias da saúde, já teriam se convertido em modernas unidades de pronto atendimento. As nossas escolas estariam formando meninos e meninas preparados para o futuro, com ensino de qualidade em período integral e a ligação com o DF se daria através de um sistema de transporte muito mais moderno que o atual. Quando Valparaíso despertar deste sono letárgico, que já dura décadas, a cidade finalmente irá premiar seus filhos, que aqui vivem, que aqui fazem seus empreendimentos e que confiam nela como projeto e como futuro!

Por Marcelo Carlos