Compartilhe esta matéria!

É grave estado de saúde de criança de 6 anos atropelada com os avós em pizzaria do DF

Acidente foi na noite de sábado (4), na região do Paranoá. Segundo polícia, motorista, de 33 anos, estava alcoolizado; ele passou por audiência de custódia, pagou fiança de R$ 2 mil e foi solto.

Motorista alcoolizado atropela família em pizzaria no DF — Foto: TV Globo / Reprodução
Motorista alcoolizado atropela família em pizzaria no DF — Foto: TV Globo / Reprodução

É grave o estado de saúde da menina Sofia, de 6 anos, atropelada na noite de sábado (4), em uma pizzaria, em Sobradinho dos Melos, área rural do Paranoá. A criança teve várias fraturas na cabeça e na clavícula e está internada no Hospital de Base de Brasília.

A menina estava acompanhava pelos avós, em uma área aberta da pizzaria, quando o carro dirigido por Rafael Vasconcelos, de 33 anos, atingiu em cheio o estabelecimento comercial. Segundo a polícia, o motorista estava embriagado.

Rafael foi preso em flagrante por dirigir alcoolizado e por lesão corporal culposa. No entanto, após passar pela audiência de custódia, nesta segunda-feira (6), pagou R$ 2 mil de fiança e vai responder ao processo em liberdade.

Avô de criança de 6 anos internada em estado grave teve escoriações pelo corpo. Família foi atropelada em pizzaria no DF  — Foto: TV Globo / Reprodução
Avô de criança de 6 anos internada em estado grave teve escoriações pelo corpo. Família foi atropelada em pizzaria no DF — Foto: TV Globo / Reprodução

Motorista tentou fugir, dizem testemunhas

Testemunhas disseram na delegacia que Rafael Vasconcelos tentou escapar do local do acidente, mas foi detido por moradores até a chegada da Polícia Militar. Segundo a PM, o teste de bafômetro do motorista apontou 0.79 miligrama de álcool por litro de ar.

Quando o resultado fica acima de 0,33 mg/L, é configurado crime de trânsito, conforme prevê a Lei Seca.

Ainda segundo testemunhas, o carro vinha em alta velocidade pela estrada de Sobradinho dos Mellos quando perdeu o controle em uma curva e foi parar na pizzaria onde estavam Sofia e os avós, Soraya e Sebastião. Uma parede do estabelecimento foi derrubada pelo veículo.

A avó, Soraya, fraturou os dois pés e, por pouco, não teve que amputar três dedos, segundo a família. Ela está internada no Hospital do Paranoá.

O avô, Sebastião Floriano, teve escoriações na perna e está em casa. “Ele [o motorista] tem que ser punido, tem que pagar pelo dano porque não é assim não”, disse.

O delegado Ricardo Viana, da 6ª DP, pretende concluir o inquérito nos próximos 30 dias. Segundo ele, existe a possibilidade de que o motorista Rafael Vasconcelos responda também por tentativa de homicídio.

“Temos várias campanhas educativas, o estado intervém na vida privada do cidadão falando que direção e álcool não combinam e que isso gera consequências. A partir do momento em que ele [o motorista] desobedece esse regramento com direção e bebida, ele está assumindo o risco de produzir resultado danoso como esse que vitimou essa família inteira”, diz o delegado .

Alô Valparaíso/ G1