Drones serão utilizados na ofensiva de prevenção e combate à dengue

Sem a existência de uma legislação específica para esse fim, a ideia está em fase de análise

Ao todo, 360 agentes de vigilância e 400 bombeiros farão parte de uma ofensiva do GDF para prevenção e combate à dengue, que contará ainda com apoio de administrações regionais, foi anunciada ontem pelo secretário de Saúde, Osnei Okumoto.

A força-tarefa tem como principal objetivo evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito responsável pela doença, e reduzir a quantidade de casos no Distrito Federal.

O mais curioso é uma das medidas que chamam a atenção entre as propostas do programa; a utilização de drones do Corpo de Bombeiros para a avaliação de lotes fechados que possam oferecer risco de contaminação e de presença do inseto.

Como não há legislação específica para esse fim, a ideia está em fase de análise, e o governo precisará criar regulamentação para colocar a proposição em prática.

Da Redação do Alô Valparaíso
Compartilhe esta matéria!