Profissional consagrado, funcionário público federal e um dos responsáveis pelo resgate da advocacia do Entorno de Brasília, José Zito do Nascimento, mais conhecido como o homem do coração de ouro, é o criador de grandes projetos sociais que valorizam a sustentabilidade e a agricultura urbana em Valparaíso de Goiás.

O experiente advogado desenvolveu dois programas que são responsáveis por levar belos exemplos e benefícios diretos à sociedade valparaisense, como por exemplo, o valor do trabalho com a terra, o cultivo de alimentos saudáveis em espaços urbanos e a necessidade de se acreditar em ações sustentáveis favoráveis ao desenvolvimento do município em que vivemos.

José Zito do Nascimento não para e vêm expandido projetos por Valparaíso de Goiás, o primeiro deles é o Projeto Mandala – uma atividade de segurança alimentar e de geração de renda que consiste no cultivo de hortaliças e na criação de codornas. A ação deu tanto certo que virou tema de reportagem na TV Anhanguera e foi mostrada para toda a região do Entorno do DF.

O primeiro polo do Projeto Mandala foi implantado no início do ano, numa zona carente e que acolheu de braços abertos os planos do advogado. Atualmente, a Horta da Associação Mãos Amigas localizada no Parque São Bernardo, é considerada um modelo a ser seguido e traz inúmeros benefícios aos seus associados. O principal deles é uma alimentação saudável e livre de agrotóxicos, e que de fato melhorou a qualidade de vida de muitas famílias da região e de mais de 50 crianças da Associação Mãos Amigas.   

E isso não é tudo, vale a pena lembrar outro projeto encabeçado por José Zito do Nascimento, que foi nomeado como Recicle Óleo Recicle Vidas. O objetivo da atividade é voltado para a sustentabilidade e utiliza óleo usado na cozinha em sabão e detergente sustentável.  

Toda a renda arrecadada com a venda dos produtos das ações sociais é utilizada para a manutenção dos programas já existentes e criação de outras atividades. E acreditem, no meio de tanto trabalho, o advogado conseguiu tempo para conceber uma Oficina de Reciclagem de Madeira.

A ação que foi batizada como “Projeto Fabricar a Cidadania” virou realidade na semana passada e têm reutilizado materiais descartados em madeireiras, obras, entulhos e lixões espalhados por Valparaíso de Goiás. A madeira recolhida é trabalhada e transformada em lindos objetos. De acordo com José Zito em breve mais um projeto de sustentabilidade e geração de renda estará contribuindo com famílias carentes de Valparaíso e região.

“Com recursos próprios e das vendas dos produtos das hortas experimentais do projeto Mandala, já comprei diversos equipamentos para montar e implantar um Projeto de Oficina de Reutilização e Reciclagem de Madeira para fabricação de artefatos decorativos, brinquedos pedagógicos, brinquedos em geral, móveis e jardineiras”.

Por Marcelo Carlos