Compartilhe esta matéria!

Dia nacional de libras

Hoje 24 de abril é comemorado o dia nacional da Língua Brasileira de Sinais, lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002

A Comunidade Surda hoje está em festa! É comemorado os 19 anos da publicação da Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que reconhece a Língua Brasileira de Sinais – Libras, como uma língua. São quase duas décadas de lutas, mas de muitas conquistas e avanços para garantir aos Surdos o direito de se fazer presente na sociedade brasileira.

No Brasil, existem mais de 10 milhões de pessoas Surdas e grande parte delas não é alfabetizada na língua portuguesa, mas sim na Língua Brasileira de Sinais (Libras), reconhecida como meio legal de comunicação e língua materna dos Surdos. Ainda assim, nem todos os Surdos se comunicam em Libras. Existe uma parcela de pessoas que, apesar de não ouvir, utilizam aparelho auditivo ou implante coclear, fazem leitura labial, ou ainda, comunicam-se verbalmente, pois desenvolveram a fala, em geral, com muitas sessões de fonoterapia.

(Imagem: jacarei/Reprodução)

Na comunidade surda, as pessoas são reconhecidas com um sinal em Libras. Em geral, esse sinal é relacionado à personalidade ou aparência física de quem o recebe e deve ser definido exclusivamente por um Surdo.

Outra questão importante envolve a alfabetização dos Surdos, que deve ser feita primeiro em Libras para garantir sua inclusão e seu desenvolvimento educacional, já que sua comunicação e todo o aprendizado necessário serão feitos na língua que o surdo compreende: a Libras. Desta forma, o aprendizado da língua portuguesa deve ser posterior ao da Libras.

A educação de surdos no país – que resultou na criação da Libras – remonta à instalação da primeira escola para surdos no século XIX. O desenvolvimento de políticas de inclusão para a comunidade surda fez com que, em 2002, a Libras fosse reconhecida como língua oficial.

Alô Valparaíso/Com as informações