Compartilhe esta matéria!

DF: salário de até R$ 3,1 mil nas agências do trabalhador

São 456 vagas em 46 profissões diferentes, para todos os níveis de escolaridade

As agências do trabalhador do Distrito Federal oferecem, para esta terça-feira (20), 456 oportunidades de emprego em 46 profissões diferentes. O melhor salário – R$ 3.100,79, mais benefícios – é para supervisor comercial, com uma vaga oferecida para pessoa com deficiência. Para concorrer é preciso ter nível superior completo de escolaridade, em qualquer área.

Confira a lista de vagas

As profissões que mais estão contratando são açougueiro (61 vagas), padeiro (53) e técnico eletrônico (50). Para essas áreas, as remunerações oferecidas vão de R$ 1.150 a R$ 2,5 mil, mais benefícios. Somente a de técnico precisa ensino médio. As outras pedem, apenas, nível fundamental de escolaridade.

Além de supervisor comercial, outras nove profissões exigem que o candidato tenha nível superior. São oito vagas para desenvolvedor de web (informática), seis para dentista, uma para gerente comercial (administração), uma para projetista (arquitetura) e três para cada uma dessas áreas: técnico de venda, enfermeiro, fisioterapeuta e fonoaudiólogo. Os salários variam entre R$ 25 a hora (dentistas) e R$ 2 mil.

Entre as vagas que não exigem escolaridade estão serralheiro (5 vagas), desossador (2), costureira (2), motofretista (2), e lombador em matadouro (1). Para essas profissões os salários variam entre R$ 1.170 e R$ 1,5 mil, mais benefícios.

Serviço

Interessados em concorrer a qualquer uma das vagas podem procurar qualquer unidade das agências do trabalhador. Em razão da pandemia de Covid-19, 15 delas fazem atendimento presencial.

Estão fechadas, temporariamente, as agências do Paranoá, do Guará e da Câmara Legislativa. Outra possibilidade é o aplicativo Sine Fácil – que, em virtude da crise sanitária, também disponibiliza o serviço.

Empreendedores que desejam buscar profissionais também podem utilizar os serviços das agências do trabalhador. Além do cadastro de vagas, é possível usar os espaços físicos para seleção dos candidatos encaminhados. Para isso, basta acessar o site da Secretaria do Trabalho e preencher o formulário na aba empregador.

Com a colaboração da Agência Brasília