Compartilhe esta matéria!

DF: Justiça manda soltar homem que lançou carro no espelho d’água do Palácio da Justiça

Luiz Antônio Iurkiewiecz, de 58 anos, é réu por crime contra Segurança Nacional. Segundo denúncia, ele confundiu ministério com STF; caso ocorreu em novembro do ano passado.

A 15ª Vara Federal de Brasília mandou soltar o homem que lançou um carro no espelho d’água do Palácio da Justiça, sede do Ministério da Justiça e da Segurança Pública, em Brasília, em novembro do ano passado. Luiz Antônio Iurkiewiecz, de 58 anos, é réu por crime contra a Segurança Nacional.

O veículo foi encontrado na madrugada, com um pedaço de madeira amarrado ao acelerador. No mesmo dia, o acusado foi identificado e preso prestes a sair do hotel onde estava hospedado na capital

Luiz Antônio cumpre prisão preventiva – por tempo indeterminado – há quatro meses. Ele permanecia detido no 19º Batalhão, conhecido como “Papudinha”, até a publicação desta reportagem.

Em nota, a defesa do réu afirmou que “lançar o veículo sobre o espelho d’água do Palácio da Justiça, não tem aptidão de causar lesão à soberania nacional, tampouco ao regime representativo e democrático, nem mesmo a chefe de um dos poderes constituídos”.

“Não houve sequer dolo em causar embaraços ao regular funcionamento dos trabalhos desenvolvidos pelo Palácio da Justiça.”

A decisão da Justiça atende a parte de um pedido da defesa, que requereu a concessão da liberdade. Com isso, ele não poderá mudar de endereço sem comunicar à Vara Federal e ainda adotar a “abstenção da prática de qualquer ato ofensivo às instituições brasileiras”.

Redação Alô Valparaíso/ Com informações Globo DF