Compartilhe esta matéria!

DF diz que vacinou 100% dos professores da rede pública; aulas recomeçam em 2 de agosto

Campanha de imunização da categoria terminou neste domingo (11). Sindicato diz que vacinação é apenas uma das etapas para retorno das atividades presenciais.

DF inicia vacinação contra Covid-19 em profissionais de creches e gestores da educação — Foto: TV Globo/Reprodução
DF inicia vacinação contra Covid-19 em profissionais de creches e gestores da educação — Foto: TV Globo/Reprodução

A campanha de vacinação contra Covid-19 para professores da rede pública de ensino do Distrito Federal foi concluída neste domingo (11). Segundo a Secretaria de Educação, 100% dos profissionais – 56 mil – foram imunizados, e as aulas presenciais serão retomadas no dia 2 de agosto.

A vacinação dos servidores começou em 18 de maio. Nas últimas semanas, o DF intensificou a campanha com a aplicação da vacina da Janssen, de dose única. O esforço continua para professores de escolas particulares, que ainda não foram totalmente imunizados.

Para a diretora do Sindicato dos Professores (Sinpro-DF), Rosilene Corrêa, a vacinação é apenas uma das etapas para a volta das atividades.

“A secretaria pode dizer que ofertou a vacina a 100% dos professores, mas afirmar que todos já vacinaram é outra coisa. Alguns ainda precisam da segunda dose, e o Sinpro não prevê um retorno no dia 2 de agosto, sem a completa imunização”, afirma.

“Ainda existem outras providências a serem tomadas para a retomada das aulas presenciais, inclusive com relação às próprias escolas. É uma tarefa árdua pela frente, para retornar em segurança. Depois de um ano, não podemos colocar tudo a perder”, diz Rosilene.

Ao todo, incluindo os trabalhadores do ensino superior – para quem a campanha ainda não teve início –, o DF conta com 80 mil profissionais na área da educação.

Volta às aulas

Cadeiras foram adesivadas para que alunos não sentem em escola da Asa Norte, no DF — Foto: Walder Galvão/G1 DF
Cadeiras foram adesivadas para que alunos não sentem em escola da Asa Norte, no DF — Foto: Walder Galvão/G1 DF

A secretaria planeja realizar as aulas em sistema de escalas, sendo que metade da turma assistirá aulas presenciais durante uma semana, enquanto a outra metade vai acompanhar as aulas de forma remota (online). Na semana seguinte, trocam-se os grupos.

De acordo com a pasta, a medida vai garantir o cumprimento das regras sanitárias exigidas pela Organização Mundial da saúde (OMS), como o distanciamento social.

O GDF já imunizou os profissionais das creches, que retomaram as atividades no último dia 5 de julho. Ainda não há data prevista para início da vacinação dos profissionais de cursos livres – línguas e outras atividades, como balé, judô, entre outras.

Alô Valparaíso/*Com informações da Secom GO