No último domingo, dia 17 de abril, a maioria dos deputados federais de Goiás votaram a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) na Câmara dos Deputados. Dos dezessete parlamentares goianos, dezesseis disseram sim à continuidade do processo, e um foi contra.

O deputado federal Rubens Otoni, do Partido dos Trabalhadores (PT), foi o penúltimo da bancada goiana a votar na sessão histórica que apreciava a admissibilidade do impeachment de Dilma. Sem surpresas, o petista, sem graça, votou rapidamente e disse não ao impedimento de mandato de sua líder.

“Meus trabalhadores e trabalhadoras, em defesa da democracia e da justiça social, o meu voto é consciente e não contra o golpe”, disse o deputado Rubens.

Rubens Otoni é uma figura política conhecida em Valparaíso de Goiás. Ao longo dos anos, o petista construiu relação amigável com seus companheiros de partido na cidade, e principalmente, com a prefeita Lucimar Nascimento (PT).

A chefe do governo municipal sempre é vista na companhia de Otoni em reuniões, eventos e plenárias do PT local. Lucimar é o nome de confiança do deputado federal no Entorno do DF e já declarou apoio ao parlamentar em diversas campanhas eleitorais.

rubens

Confira abaixo o posicionamento de cada deputado federal goiano.

Votos a favor:

Alexandre Baldy (PTN)
Célio Silveira (PSDB)
Daniel Vilela (PMDB)
Delegado Waldir Soares (PR)
Fábio Sousa (PSDB)
Flávia Morais (PDT)
Giuseppe Vecci (PSDB)
Heuler Cruvinel (PSD)
João Campos (PRB)
Jovair Arantes (PTB)
Lucas Vergilio (SD)
Magda Mofatto (PR)
Marcos Abrão (PPS)
Pedro Chaves (PMDB)
Roberto Balestra (PP)
Thiago Peixoto (PSD)

Voto contra:
Rubens Otoni (PT)

Por Marcelo Carlos