Na última terça-feira (08), o governador Marconi Perillo comandou reunião do Comitê Executivo Contra a Dengue, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, acompanhado do secretário estadual de Saúde, Leonardo Vilela, da deputada estadual e titular da Secretaria Cidadã, Lêda Borges, dentre outras lideranças estaduais. Na ocasião, foram apresentados números parciais da força-tarefa, que constaram diminuição significativa no percentual de domicílios com foco do mosquito em Goiás.

A deputada estadual Lêda Borges aproveitou a oportunidade, para propor ao governador Marconi Perillo e aos demais líderes de governo, um modelo de combate à Dengue que obteve bastante sucesso quando a mesma era prefeita, em Valparaíso de Goiás.

Entre os anos de 2009 a 2012, a proposta sugerida ao Governo do Estado, foi utilizada pelo secretário municipal de Saúde Francisco Carvalho, na cidade do Entorno de Brasília. O trabalho consistia em levar para as escolas municipais palestras e ações de combate à Dengue com o objetivo de conscientizar os alunos sobre os riscos do Aedes aegypti.

O modelo sugerido por Lêda Borges deu certo em Valparaíso e conseguiu envolver crianças, professores, pais e comunidade escolar no combate ao mosquito Aedes aegypti. Muitos estudantes foram condecorados pela Secretaria Municipal de Saúde com medalhas e receberam o título de agentes mirins na luta contra a Dengue.

Através da atividade, a juventude do município goiano tornou-se multiplicadora de informações e agente fundamental no processo de conscientização e de mudanças comportamentais dos adultos. O projeto aplicado no passado em Valparaíso, agora, poderá ser levado para outras cidades de Goiás.

O importante exemplo mostrou-se fundamental na nossa cidade e provou que os agentes mirins municipais conseguiram sensibilizar toda a sociedade para importância de ações que amenizaram as consequências causadas pelo mosquito da dengue em Valparaíso.

Por Marcelo Carlos