No início desta semana, Ricardo Viana, presidente do PDT de Valparaíso, comunicou que seu partido não faz mais parte do governo da prefeita Lucimar Nascimento (PT).

A decisão não agradou o grupo do ex-prefeito, Ronaldo Xavier, atualmente diretor do CAIS em Valparaíso II, que imediatamente desligou-se do quadro de filiados da legenda.

Com Ronaldo saíram mais dezoito pessoas. A grande maioria possui cargos de confiança na atual Gestão e por ora decidiram não seguir o mesmo caminho do Partido Democrático Trabalhista.

No entanto, o PDT quer saber a posição do seu vereador. Eu falo do senhor Geraldo Alves, uma das peças chaves da base governista na Câmara Municipal de Valparaíso de Goiás. Sabe-se que o legislador não apareceu nas últimas cinco reuniões organizadas pela agremiação partidária, é o que informa um militante pedetista. 

Joaquim Lacerda

Foto: Marcelo Carlos – PDT quer saber de qual lado Geraldo Alves ficará.

Ricardo Viana e seus companheiros pedetistas querem saber de qual lado Geraldo ficará. Caso o vereador opte por continuar defendendo o governo de Lucimar Nascimento (PT), correrá sérios riscos de ser expulso pela cúpula do PDT de Valparaíso. Haja vista que o partido rompeu todos os laços com a administração do Partido dos Trabalhadores.

Por Marcelo Carlos