Compartilhe esta matéria!

De volta ao natural: Saiba como reverter a harmonização facial

Celebridades como o cantor Lucas Lucco e a empresária Kylie Jenner realizaram o procedimento de retirada de ácido hialurônico

Sem cirurgia e mais natural, uma nova técnica de harmonização tem atraído muitos famosos e anônimos. Sinais de envelhecimento, como rugas e marcas de expressão, podem ser resolvidos com procedimentos não cirúrgicos e pouco invasivos. Trata-se da harmonização facial, conjunto de procedimentos estéticos combinados para melhorar a harmonia do rosto, transformando os traços e tratando o envelhecimento facial, caracterizado pela perda da elasticidade da pele, queda dos tecidos, músculos e gordura com o uso do ácido hialurônico.

De acordo com especialista biomédico esteta José Henrique o ácido hialurônico é naturalmente produzido pelo corpo humano e está presente em grande quantidade na pele, especialmente até os 20 anos de idade. Depois de um tempo, sua presença é menor e, entre outros motivos, a pele começa a envelhecer e como consequência rugas e linhas de expressão aparecem.

Esse procedimento já foi realizado por diversos famosos e se tornou a febre do momento, porque promete dar uma aparência mais harmônica do rosto. Porém, nem todos que recorrem ao procedimento para ressaltar e harmonizar o rosto ficam satisfeitos com o resultado. Celebridades como o cantor sertanejo Lucas Lucco e a empresária, do clã Kardashian, Kylie Jenner recorreram ao procedimento.

Para reverter a harmonização, é utilizada, geralmente, a enzima hialuronidase, que desfaz o ácido hialurônico e o elimina pelas fezes e pela urina. Sem ela, o ácido demora cerca de 12 a 18 meses para ser absorvido pelo organismo.

 O biomédico explica que “a duração do tratamento depende da quantidade de ácido hialurônico aplicada anteriormente. Por isso, é recomendável que o procedimento seja realizado pelo mesmo profissional que realizou a harmonização facial. A região onde ocorre a retirada pode ainda ficar vermelha, dolorida e inchada”, orienta o especialista.

Cristina Oliveira, de 35 anos, buscou o procedimento com o objetivo de realçar sua beleza e aliviar linhas de expressão e relata que o resultado foi bem diferente do esperado. “Pesquisei muito antes de decidir com que especialista realizar o procedimento, confiei no médico e acreditei na quantidade de ácido, mas acho que foi colocado demais, também acho que alguns especialistas não realizam o procedimento buscando uma harmonização e sim uma padronização nos rostos, se você observar em quem está fazendo todos ficam com um rosto quadrado, eu não gostei e estou tirando.’’ finaliza a empresária.  

 É importante buscar um profissional não pelo preço, mas pela capacitação e experiência, que saiba não apenas realizar, mas reverter qualquer tipo de intercorrência. É preciso ter paciência, buscar um profissional que se preocupe em planejar de forma detalhada a face para que as indicações sejam assertivas. Além disso, as expectativas precisam estar alinhadas às possibilidades reais de resultado, explicou José.

Além disso, o  especialista conta ser importante que a reversão da harmonização seja feita por um profissional habilitado. Em qualquer procedimento estético, é preciso respeitar os traços do paciente, muitas vezes a referência do rosto de uma celebridade não condiz com a estrutura facial de outra pessoa na vida real. Realçar a beleza natural de cada um garante resultados melhores sempre. 

Redação Alô Valparaíso