As estatísticas de criminalidade da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP), de janeiro a março, mostram que o Entorno do Distrito Federal apresentou redução em 10 modalidades criminais. Uma manteve-se estável e outra apresentou leve crescimento.

Os homicídios na região acumulam queda de 15,43%, as tentativas de homicídios de 37,33% e os latrocínios cederam em 52,63% no primeiro trimestre do ano. Os roubos a transeuntes recuaram 21,22%, roubos de veículos (-32,75%), roubos em comércios (-25,85%), roubos em residências (-45,25%), furtos de veículos (-13,28%), furtos em residências (-10,07%) e furtos a transeuntes (-44,16%). Os crimes de estupros seguem estáveis, enquanto os furtos em comércios evoluíram em 2,33%.

O relatório mostra que, em março, os homicídios registraram redução de 15,25%. As tentativas de homicídios caíram 27,78% e os latrocínios cederam em 42,86%. Houve queda nos índices dos roubos a transeuntes (-21,85%), roubos de veículos (-22,51%), roubos em comércios (-14,67%) e roubos em residências (-40,63%), furtos em residências (-11,51%) e furtos a transeuntes (-20%). Os furtos de veículos e furtos em comércios, por outro lado, apresentaram alta de 2,5% e 20,34%, respectivamente.

Via Goiás Agora