Compartilhe esta matéria!

Criança de 2 anos baleada na cabeça passa por cirurgias no DF: ‘Estado gravíssimo’, diz família

Troca de tiros no Varjão foi motivada por disputa entre grupos criminosos, segundo investigação; dois suspeitos estão presos. Menino se recupera no Hospital de Base.

O menino de 2 anos baleado na cabeça no Varjão, no Distrito Federal, segue em “estado gravíssimo”, segundo familiares. A criança foi atingida por um tiro, no sábado (10), e levada ao Hospital de Base, onde já passou por duas cirurgias. O projétil atingiu o olho da vítima e atravessou o crânio.

A criança estava com o pai na casa de um amigo da família, quando foi atingida durante uma troca de tiros. De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu após discussão entre integrantes de grupos criminosos (veja mais abaixo). Dois suspeitos foram presos e um está foragido.

Uma tia do menino, que preferiu não se identificar, contou que ele teve piora do quadro clínico entre sábado e domingo (11), porém, apresentou uma “pequena melhora” nesta segunda-feira (12), apesar do estado continuar gravíssimo.

“A médica passou no quarto dele ontem à noite, e a pupila não estava respondendo. Porém, hoje, ele deu uma ‘acordadinha’ e mexeu um pouco o pé, o que é muito bom para ele”, disse a tia.

Após ser atingido pelo tiro, o menino foi levado a um posto da PM da região por uma vizinha, onde recebeu socorro. A mãe dele foi levada ao hospital pelos militares.

‘Guerra entre grupos criminosos’

O delegado à frente do caso, Jônatas Silva, da 9ª Delegacia de Polícia, no Lago Norte, afirma que o crime é motivado por uma “guerra entre dois grupos criminosos”, das quadras 2 e 5 do Varjão.

De acordo com o investigador, a criança estava na mesma residência que um membro da quadra 5, quando houve uma discussão com outros dois integrantes do grupo criminoso da quadra 2. A confusão teria ocorrido porque o pneu da motocicleta da dupla teria sido esvaziado.

Após o desentendimento, um dos suspeitos atirou contra o integrante da quadra 5, que revidou, porém, acabou atingindo o menino. “A criança experimentou um ferimento na cabeça que transfixou o crânio”, informou Jônatas.

A dupla integrante do grupo criminoso da quadra 2 do Varjão foi presa após o crime, porém, o homem que faz parte da quadra 5, apesar de ter sido atingido por um tiro no braço, continuava foragido até a última atualização desta reportagem.

“Esperamos em muito breve efetuar a prisão do criminoso responsável pelo disparo que atingiu a criança de 2 anos. A delegacia segue com a investigação do fato, disse o investigador”, comentou.

Alô Valparaíso Com informações G1