Corretor atira contra menina de 10 anos com fuzil de airsoft

A Polícia Civil informou que o homem foi autuado por lesão corporal e liberado

Um corretor de 34 anos foi detido pela Polícia Militar do Estado de Goiás. Ele é suspeito de machucar uma menina de 10 anos com dez tiros de um fuzil de airsoft.

Essa é uma arma que funciona com munição de bolinhas de plástico atiradas com mecanismo de ar comprimido.

Segundo a Polícia Militar, o indivíduo foi ouvido e liberado na Delegacia do município de Caldas Novas.

De acordo com a ocorrência, a vítima e um menino de 8 anos brincavam de bola perto da casa do homem quando ele saiu nervoso e atirou contra as crianças.

A Polícia Civil informou que a garota relatou que o suposto autor queria atirar no garoto, mas ela entrou na frente dos disparos. A corporação também disse que as lesões nas pernas e abdômen foram leves e a menina passa bem.

O tenente coronel Francisco Leonidas da Silva contou que a PM foi acionada por moradores da região que ouviram os barulhos dos disparos e da criança. “Tentamos gerenciar a crise para que ele saísse, mas ele teve um princípio de resistência à prisão, então tivemos que arrombar o portão para chegar até ele. Entramos e efetuamos a apreensão dele e da réplica do fuzil”, concluiu.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com a colaboração do G1
Compartilhe esta matéria!