Coronavírus: Prefeitura de Valparaíso decreta situação de emergência em saúde pública

Documento assinado pelo prefeito Pábio Mossoró estará em vigor pelos próximos 180 dias

A Prefeitura de Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, decretou nesta quinta-feira (19/03), situação de emergência em saúde pública, pelo prazo de 180 dias, em decorrência da infecção humana pelo novo coronavírus.

O documento assinado pelo prefeito Pábio Mossoró, inclui medidas temporárias para o enfrentamento ao Covid-19. Por isso, estão suspensos pelos próximos 15 dias, eventos públicos e privados, atividades de feiras livres, atividades em shopping e em polos comerciais, bem como cinemas, clubes, academias, boates, clínicas de estética, espetáculo, entre outros. Além das aulas escolares em estabelecimento públicos e privados.

O decreto informa que estabelecimentos comerciais abertos ao público como bares, restaurantes e lanchonetes deverão manter a organização de suas mesas com a distância mínima de dois metros entre elas. Não estão inclusas nas medidas anunciadas, a suspensão aos estabelecimentos médicos, hospitalares, laboratórios de análises clínicas, farmacêuticos, psicológicos, clínicas de fisioterapia e de vacinação, distribuidoras e revendedoras de gás, postos de combustíveis, supermercados e congêneres.

Confira na íntegra o decreto 153!

Da Redação do Alô Valparaíso

Prefeitura de Valparaíso de Goiás. (Foto: Alô Valparaíso)

Compartilhe esta matéria!