Nesta sexta-feira, dia 1º de abril, a Cooperativa de Transporte (Cootransp) anunciou a recisão contratual com o governo do Distrito Federal em todas as linhas operadas pela empresa. Ao todo, 50 ônibus da cooperativa deixam de circular em Samambaia e Candangolândia. Os veículos da empresa serão substituídos por carros das companhias Urbi e Pioneira, a partir de amanhã (2).

Marcos Alves, presidente da Cootransp, afirma que a decisão de recindir o contrato com o DF foi tomada como uma estratégia comercial. A empresa de transporte pretende operar em linhas no Entorno do DF.

“Operar essas linhas não era mais viável economicamente, por isso vamos investir no transporte rural e semiurbano, entre o DF e Entorno”, informa Alves.

Segundo o presidente, a empresa destinará 25 ônibus para o transporte rural de passageiros e os 25 restantes para atender os municípios goianos de Valparaíso de Goiás, Novo Gama, Cidade Ocidental, Jardim Ingá (bairro de Luziânia) e Santo Antônio do Descoberto.

Postado por Marcelo Carlos (com as informações do G1)