Em abril passado, o Blog do jornalista Fred Lima questionou a prefeita de Valparaíso de Goiás, Lucimar Nascimento (PT), que foi acusada pelo vereador Dr. Marcus Vinicius, então do PTdoB, de ter acobertado o presidente do Conselho Tutelar do município, Gilson Freitas, por suposta negligência na morte de uma criança de cinco anos. O motivo, segundo o vereador, era que o presidente do Conselho era filiado ao PT, mesmo partido da prefeita.

Gilson se explicou, mas o processo ainda tramitava em segredo de Justiça. No que tange se houve ou não negligência por parte do presidente do Conselho Tutelar, a decisão judicial foi favorável às suas ações e do órgão que preside, afirmando que “considerando que não foram colhidos indícios suficientes de autoria, e nem mesmo da materialidade do crime, acolho o parecer ministerial e determino o arquivamento dos autos, com ressalva no art. 18 do código do processo penal”.

Se a prefeita de Valparaíso estava ou não protegendo o presidente do Conselho Tutelar, é outro caso. No que se trata da morte da criança, a Justiça não encontrou nada que comprovasse a negligência de Gilson e do Conselho. Portanto, foram considerados inocentes.

Ao Blog do Fred, o presidente do Conselho afirmou que “já esperava essa decisão, pois sempre estive tranquilo sobre minha atuação, principalmente por dominar e inclusive ser palestrante sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Fiquei indignado em saber que, por interesses mesquinhos de “politicagem” ou falta de profissionalismo, algumas pessoas acusam famílias sem as devidas provas, como ocorreu na UPA de Valparaíso, mas isso também terá outros desdobramentos, já que os envolvidos estarão respondendo à Ação Civil”.

Postado por Marcelo Carlos (com as informações do Fred Lima)
E-mail: jornalistafredlima@gmail.com