O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou em seu site, as declarações de bens dos candidatos à prefeitura de Valparaíso, cidade goiana localizada no Entorno do Distrito Federal.

Contudo, as informações apresentadas levantaram certa desconfiança por parte do eleitorado local. Em alguns casos, os valores dos imóveis apresentados pelos candidatos, não correspondem à realidade do mercado imobiliário, haja vista que são considerados mais valiosos. Porém, as declarações de bens estão amparadas por lei, que não obriga à divulgação das cifras atualizadas.

A declaração de patrimônio é obrigatória para quem disputa as eleições municipais deste ano. A Justiça Eleitoral alerta que eventuais fraudes podem levar a processo de impugnação da candidatura. Nesta etapa do calendário eleitoral, as candidaturas aguardam julgamento e podem, inclusive, ser impugnadas. Até o momento, apenas o candidato a prefeito Iraquitan Oliveira (PCdoB) teve sua candidatura deferida, os demais aguardam julgamento.

A nova legislação eleitoral proíbe doações de empresas e limita a de pessoas físicas a 10% dos rendimentos declarados no ano anterior ao pleito. Mas não há um limite para o financiamento de campanha pelo próprio candidato. 

Confira abaixo a relação do patrimônio das quatro chapas que concorrem a prefeitura da cidade:

Coligação Renasce a Esperança do Povo

Afrânio Pimentel (PR) – O vereador declarou um veículo modelo Hillux (2008/2009), casa no bairro Jardim Oriente, caderneta de poupança, terreno no Parque Industrial em Luziânia, terreno Parque Marajó em Valparaíso. Patrimônio total declarado: R$364.397,31.

Ângela Pessoa (PSC) – a vereadora declarou VGBL – Vida Gerador de Benefício Livre (Banco do Brasil), e um veículo  modelo Hyundai l30 (2011/2012). Patrimônio total declarado: R$68.579,66.

Coligação Esse é o Caminho

Iraquitan Oliveira (PCdoB): O administrador declarou uma casa de três quartos e duas suítes (local não informado). Patrimônio total declarado: R$ 500.000,00.

Fabrício Costa (PCdoB): O professor declarou casa (local não informado), terreno no Setor de Chácaras (setor não informado), um veículo modelo Corola (2013), e uma motocicleta Kasinski. Patrimônio total declarado: R$392.000,00.

Coligação Pela Reconstrução de Valparaíso

Pábio Mossoró (PSDB) – O vereador declarou dois consórcios no Bradesco, um veículo modelo Voyage (2013), dinheiro em espécie, casa no bairro Jardim Céu Azul, apartamento no Parque das Cachoeiras, e terreno no Corumbá IV. Patrimônio total declarado: R$617.539,11

Zeli Fritsche (PP) – A odontóloga declarou três casas no bairro Etapa A, consultório odontológico (local Etapa A), terreno em Ituporanga-SC, 50% de dois terrenos em Rio das Pedras, dinheiro em espécie,  e um veículo modelo Taurus (1995). Patrimônio total declarado: R$788.419,89.

Coligação Mãos Que Sabem Construir 

Dr. Roberto Martins (PT): O advogado declarou consórcio no Bradesco, dinheiro em espécie, escritório de advocacia, um veículo modelo I/Hyundai Vera Cruz (ano não informado), um veículo Fiat Palio (ano não informado), e títulos de crédito. Patrimônio total declarado: R$267.000,00.

Portela (PSL): O empresário declarou casa no Jardim Céu Azul, caderneta de poupança, veículo modelo Ford EcoSport (2013), empresa de materiais de construções (Jardim Céu Azul), e dinheiro em espécie. Patrimônio total declarado: R$233.000,00.

Por Marcelo Carlos