Nesta quarta-feira (19), em mais uma Sessão Ordinária, os aprovados no último Concurso Público, estiveram presentes na Assembleia Legislativa para exigir dos vereadores uma fiscalização maior quanto ao processo de nomeações.

Processo que caminha a passos lentos em Valparaíso. Isto graças a uma administração que prefere lançar seleções duvidosas para a contratação de professores, e que atrasa de todas as formas o chamamento de profissionais que estudaram e passaram no certame. Enquanto isso, nossas escolas seguem com horários de aulas reduzidos devido ao baixo número de docentes efetivados.

O grupo de professores demonstrou novamente grande indignação com a prefeita Lucimar Nascimento (PT), e reforçou o pedido de esclarecimentos da secretária de educação, Ana Claudia Malta. Eles reivindicam transparência da Secretaria de Educação e do Poder Executivo. Desejam também, ouvir explicações da chefe da pasta responsável pela educação municipal e pedem o comparecimento da mesma na Casa de Leis. No entanto, os vereadores da base governista, temem que a exigência da presença da Secretária, seja uma jogada da oposição. Oposição que recentemente apresentou um requerimento tratando do assunto, o mesmo foi derrubado e Ana não foi convocada depois de inúmeras interrupções de Sessões.

Foto: Marcelo Carlos – Aprovada discursa na Tribuna da Câmara e questiona a omissão de vereadores da base governista.

Conversando com os vereadores da situação, notei que a maioria não confia que Ana Claudia tenha habilidade necessária para suportar a pressão que provavelmente receberia falando à comunidade na Câmara Municipal. Com certeza os legisladores que apoiam as ações do atual governo, jamais aceitarão a convocação da nobre Secretária de Educação. Fato que desagrada todos aqueles que aguardam há um bom tempo por suas nomeações no serviço público. Ao que tudo indica, essa luta continuará e não tem data marcada para acabar. 

Ainda falando dos acontecimentos de hoje, destaco o discurso de umas das aprovadas, que com coragem representou os concursados falando ao microfone da Tribuna do Poder Legislativo. “Eu quero deixar bem claro que não estamos representando nenhum lado. Não estamos representando nem situação e nem oposição. Estamos aqui como comunidade. No meu caso, como moradora de Valparaíso e futura servidora. O que está em pauta, não é uma questão de oposição e nem situação. É a educação do nosso município”, disse a professora aprovada.

Confira abaixo o discurso da concursada: 

Por Marcelo Carlos