Colégio Estadual Céu Azul será a 2ª unidade de ensino militar em Valparaíso

Unidade escolar foi escolhida pelo Ministério da Educação (MEC)

O governo federal contemplou o município de Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal, com mais uma unidade escolar ligada à Polícia Militar do Estado. A novidade foi anunciada pelo Ministério da Educação (MEC).

A entidade de ensino escolhida é o Colégio Estadual Céu Azul, que ficou nacionalmente conhecida após um estudante de 17 anos matar a tiros, o coordenador escolar, Júlio César Barroso de Sousa, de 41 anos. A tragédia aconteceu no dia 30 de abril de 2019.

Além da unidade de Valparaíso, as escolas escolhidas foram o Colégio Estadual de Águas Lindas, na cidade de Águas Lindas, o CAIC José Elias de Azevedo, em Santo Antônio do Descoberto, e o Colégio Estadual Maria Abadia, em Luziânia.

A secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, comentou a escolha das escolas goianas. “As quatro escolas ficaram no Entorno de Brasília, e é lá mesmo que nós queríamos essas escolas, lá onde nós estamos tendo tantos problemas de indisciplina, drogas e violência”, explicou.

Instituído pelo Decreto nº 10.004, de 5 de setembro de 2019, o Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares (PECIM) será implantado pelo Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Ministério da Defesa.

O modelo consiste em um conjunto de estratégias direcionadas ao alcance da gestão de excelência nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa. Essas alterações serão fundamentadas nos padrões de ensino adotados pelos Colégios Militares do Exército, das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares.

Da Redação do Alô Valparaíso
colégio

Valparaíso - Colégio Estadual Céu Azul. (Foto: Alô Valparaíso)

Compartilhe esta matéria!