A Polícia Civil identificou um dos suspeitos de participar do linchamento de um homem investigado por matar uma jovem durante um roubo em Cidade Ocidental, no Entorno do Distrito Federal. Ele aparece em imagens momentos após as agressões.

Carlos Eduardo Nunes de Azevedo, de 23 anos, morreu na terça-feira (9), dois dias após ser espancado por moradores da cidade. Ele é suspeito de matar Pâmela Telia Cardoso de Souza, de 20 anos durante um roubo.

O delegado Daniel Marcelino explicou que está usando imagens para tentar identificar os agressores. “Conseguimos identificar um homem que, em fotos, aparece em cima do muro da casa onde o Carlos estava, já caído. Então, ele estava ou entrando no local ou já saindo”, relatou.

Além dele, a polícia conseguiu identificar outra pessoa suspeita de danificar um carro da Polícia Militar que tentava impedir o linchamento. As duas pessoas serão ouvidas pelo delegado nesta quinta-feira (11) para apurar a conduta de cada de cada um.

Latrocínio

Pâmela Telia Cardoso de Souza, de 20 anos, foi morta no dia 4 deste mês. De acordo com as investigações, ela estava em casa quando um criminoso invadiu a residência e a matou com uma facada no pescoço.

“A suspeita é de latrocínio. A vítima estava com o filho de 2 anos na casa, que presenciou tudo. O celular da vítima foi levado e o criminoso conseguiu fugir”, disse Marcelino.

A Polícia Civil começou a investigar o caso. Carlos Eduardo, que era usuário de drogas e já tinha passagens por furtos, foi listado como um dos suspeitos. Porém no domingo (7), moradores da cidade localizaram o jovem em uma residência e o agrediram com chutes, socos e pauladas.

A corporação ainda espera o laudo cadavérico de Carlos para determinar a causa da morte e também quais foram as agressões que ele sofreu. Além disso, ainda trabalha para tentar identificar se ele realmente teve envolvimento na morte de Pâmela.

Via G1GO