Águas Lindas (GO) teve noite de terror na madrugada de sábado (27/8). A professora da rede estadual Milena Barbosa de Melo, 33 anos, e seu colega de trabalho Antônio Vidal da Silva foram encontrados carbonizados dentro de um carro estacionado na casa da mulher. O crime teria ocorrido entre 2h e 4h na quadra 56 do Jardim Pérola 2.

Dentro da residência, muito sangue espalhado por diversos cômodos dão indícios de um brutal homicídio. De acordo com o jornal local Câmara Municipal de Notícias, a palavra “traição” estava escrita com sangue em uma parede da casa. Há suspeitas que o ex-marido da mulher, um agente aposentado da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), teria sido responsável pelo crime.

A PMDF afirmou que está apurando o fato, mas que ainda não há nada concreto e que as investigações estão por conta da Polícia Civil de Goiás (GO). Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Luziânia, que irá averiguar a causa da morte de ambos, pois ainda não se sabe que tipo de arma foi utilizada para dar fim à vida das vítimas.

Postado por Marcelo Carlos (com as informações do portal Metrópoles)