A história da pequena Isadora Dias, de apenas 3 anos, comoveu muitas pessoas pelas redes sociais nas últimas semanas. O fato foi divulgado e amplamente repercutido em Valparaíso de Goiás e toda região do Entorno de Brasília.

Isadora tem um tipo raro de câncer chamado neuroblastoma, que ataca principalmente crianças menores de cinco anos e age diretamente nas células nervosas e pode se espalhar por várias partes do corpo. O tratamento começou em 2015, após o diagnóstico. Porém, os médicos disseram que a doença não tem cura e não sabem quanto tempo ela ainda tem de vida.

Segundo Rosiane Matos Dias, mãe da nossa guerreira, após reportagem do Alô Valparaíso, dezenas de pessoas se mobilizaram e realizaram as mais diversas doações para a sua filha.

Através do nosso portal, o caso da menina também chegou aos ouvidos de equipes de televisão do Distrito Federal e de Goiás. Assim, matérias foram gravadas e o drama vivido pela criança acabou sensibilizando a proprietária de uma imobiliária. A mulher gentilmente disponibilizou uma casa para a família de Isadora morar até que seus pais consigam uma estabilização financeira. 

Ainda de acordo com a mãe de Isadora, a família passa por dificuldades, pois ela tem que ficar em casa cuidando das filhas e o pai das meninas, Edvânio da Silva, não têm atualmente um emprego fixo. No momento a família sobrevive de uma pensão que Isa recebe e de doações.

Na tarde desta segunda-feira (23), Rosiane Matos nos enviou algumas fotos e informou que no momento que as imagens foram registradas, a menina estava a caminho do hospital para dar seqüência ao acompanhamento médico.

Para realizar doações em dinheiro, os interessados deverão procurar o site VAKINHA ou entrar diretamente em contato com a Rosiane Matos (mãe da Isa) através do número (61) 8595-1475 (Whatsapp).

Por Marcelo Carlos

Veja abaixo algumas fotos: