Cachorro evita que vítimas continuassem sendo esfaqueadas em Luziânia

Homem esfaqueou criança de uma mulher de 32 anos e uma criança de 11 meses

A Polícia Militar de Goiás prendeu no último domingo, dia 05 de janeiro, um homem de 27 anos, na cidade de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Ele é suspeito de esfaquear uma mulher de 32 anos e a neta dela, uma menina de 11 meses. Conforme informações da corporação, o autor só parou de ferir as vítimas após a intervenção de um cachorro.

De acordo com a PM-GO, tudo aconteceu depois do rapaz não aceitar ser rejeitado por uma adolescente de 15 anos, que é filha da mulher que foi esfaqueada e mãe da bebê que também foi ferida e está internada em estado grave.

A jovem saiu com o homem e não quis dar continuidade a um relacionamento. Por isso, ele ficou com raiva e foi até a casa da garota buscando vingança. Chegando na residência, ele encontrou a mãe dela que estava com a neta no colo e saiu de dentro da residência achando que fosse a filha voltando da rua. Ambas foram esfaqueadas.

Segundo o sargento Marcos Régis, as facadas só pararam porque um cachorro da família atacou o rapaz. “O cachorro da família viu o ataque e avançou contra o homem. Com isso ele acabou saindo correndo, pulando muro, cerca, e foi se esconder um matagal, onde a gente o encontrou e prendeu”, disse o sargento da PM, Marcos Régis.

Ainda de acordo com informações da polícia, as vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A mulher recebeu atendimento e foi liberada. A bebê está internada em estado grave e o suspeito foi levado para a delegacia. Ele vai responder por tentativa de feminicídio.

Da Redação do Alô Valparaíso/*Com as informações do G1/TV Anhanguera

Cachorro atacou autor de facadas em Luziânia. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Compartilhe esta matéria!