Brasil vence Chile no Mundial Sub-17 e se classifica para as quartas

Brasileiros enfrentam vencedor do duelo entre Equador e Itália

O Brasil venceu o Chile por 3 a 2, em um jogo com duas viradas, e se classificou para as quartas de final do Mundial Sub-17. O resultado empolgou os 12 mil torcedores que foram até o Estádio Bezerrão, no Gama (DF). Na próxima fase, a equipe do técnico Guilherme Dalla Dea vai enfrentar o vencedor do confronto entre Equador x Itália, que ocorre nesta quinta-feira (7), em Cariacica (ES).

Aos 7 minutos, a seleção marcou o primeiro gol do jogo. Em uma falta próxima à área, Kaio Jorge – atleta do Santos - toma distância e chuta pelo lado da barreira. O goleiro Fierro nem se mexeu.

Sete minutos depois, Kaio Jorge fez outro gol. Ele partiu sozinho, em velocidade, entrou na área e fuzilou o goleiro Fierro com um chute forte, cruzado e rasteiro. O árbitro consultou o VAR (árbitro de vídeo) e anulou o gol do atacante, que estava impedido.

O lance desnorteou a seleção e deu uma sobrevida aos chilenos. Eles se encheram de brios e foram para cima. Aos 25 minutos, Joan Cruz driblou dois brasileiros e chutou forte de fora da área. O goleiro Matheus ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o empate chileno: 1 a 1.

Aos 41 minutos, o mesmo Joan Cruz recebeu lançamento na área, ajeitou na coxa e com extrema tranquilidade, esperou o goleiro Matheus sair e deu um toque para as redes: 2 a 1.

Para sorte do Brasil, a reação não tardou. Aos 45 minutos, Kaio Jorge – o melhor em campo – foi derrubado na área pelo goleiro Fierro. Pênalti que ele mesmo bateu para levar a igualdade de 2 a 2 para os vestiários.

No 2º tempo, o Chile continuou muito perigoso. Aos 11 minutos, lançamento para a área brasileira, Tapia matou no peito e teve tudo para desempatar, mas se apavorou com a saída do goleiro Matheus e bateu para fora.

O Brasil perdia força no meio-campo e tentava a ligação direta defesa-ataque. Aos 20 minutos, no momento mais crítico do jogo, Thalles Magno investe pela ponta e cruza rasteiro. A zaga do Chile tira para frente da área e Diego – jogador do Grêmio – apareceu e chutou forte, no ângulo. Fierro saltou, tocou na bola, mas ela foi às redes: 3 a 2.

O gol trouxe confiança para a seleção. Oito minutos mais tarde, Verón invadiu a área e chutou na rede, pelo lado de fora. Os chilenos cansaram e não conseguiram explorar os espaços. Os brasileiros se acomodaram com a vantagem mínima e garantiram o placar até o fim.

Ficha técnica:

BRASIL 3 x 2 CHILE

Competição: Mundial Sub-17 (Oitavas-de-Final)

Local: Estádio Bezerrão, Gama (DF)

Juiz: Andris Treimanis (Letônia)

Público: 12.534

Brasil: Matheus Donelli, Garcia, Henri, Luan Patrick e Patryck (Renan); Daniel Cabral, Diego, Veron e Peglow (Pedro Lucas); Kaio Jorge (Sandry) e Talles Magno. T: Guilherme Dalla Dea.

Chile: Fierro, Riquelme (Díaz), González, Bruno Gutiérrez e Daniel Gutiérrez; Rojas, Pizarro, Cruz (Pérez) e Sepúlveda (Oroz); Tapia e Aravena. T: Cristian Leva.

Com a colaboração da Agência Brasil
bra

Garotos do Brasil se classificaram para as quartas de final do Mundial Sub-17. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Compartilhe esta matéria!