Compartilhe esta matéria!

Banda Rodolfo Alucinado lança seu primeiro Disco

Rodolfo Alucinado lançou seu primeiro disco de estúdio, o EP “19”, nas plataformas digitais nesta segunda, dia 19.  Os integrantes afirmam que “no sentido contrário da moda contemporânea, que defende a Primazia dos singles, a banda busca o breakthrough através de uma narrativa musical”

O Rodolfo Alucinado é uma banda de rock pop/alternativo, brasileira formada em 2013, em Brasília. Suas músicas incorporam elementos de funk, blues e hard rock, além de traços do metal. A banda é composta pelo vocalista Rafael Caetano, pelo baixista Chauvet, pelo baterista Calebe Cavalcante e pelo guitarrista Filipe Brito. Com presença na cena underground de Brasília, a banda coleciona diversas aparições em shows e eventos, incluindo o Sarau Psicodélico, o FINCA, o programa Brockado da rádio Web Zone e o Luau do Branco.

No dia 19 de abril a banda lançou seu primeiro EP chamado “19”, o EP é um showcase da versatilidade de estilos do grupo, com alcance desde o funk ao metal.  “em uma das músicas do disco na balada “Vitória Régia”, Filipe e Rafael falam do amor não correspondido entre acordes minimalistas e linhas melódicas espaciais; já na épica autointitulada “Rodolfo Alucinado”, a banda busca emplacar a melhor música de nu-metal do ano, com um riff poderoso e a distorção memorável do Marshall Silver Jubilee”. Conclui o grupo.

O disco tem uma pegada rock and roll, principalmente às suas vertentes mais populares dos anos 1990’.  “Ele reúne os temas mais presentes no espírito daquele tempo, como amor, elevação de estados da mente, e a gênese da banda; e usa esses conceitos como tijolos para construir algo novo, algo que possa pertencer a esta juventude. Trata-se, em última análise, de perseguir um sentimento impossível: a nostalgia de algo que não se viveu, mas que se sentiu através das vozes do grunge, da atitude do nü-metal e da energia do rock; combinada com as experiências e a vontade de produzir algo novo e estabelecer conexão com os fãs.” Afirmam os integrantes

Essa coleção foi construída para servir de showcase de sua versatilidade de estilos. Com ele, a banda busca disponibilizar suas músicas em alta qualidade, respondendo aos anseios dos fãs, e alcançar o próximo nível na cena autoral. Grande variação melódica e dos temas de suas letras caracterizam a música do conjunto, que transita desde baladas melódicas até os riffs enérgicos do metal. O espírito que transcende o som do Rodolfo Alucinado é o vigor, a relação verdadeira que se estabelece entre a banda e os fãs durante os shows e que permite experimentar novos estados emocionais e sensações únicas.

Na gravação do EP, a banda escolheu métodos e processos fora da receita do rock alternativo, com uma grande quantidade de referências na música pop atual. Com isso, o objetivo deliberado foi buscar não restringir o som a nichos específicos, mas escrever e tocar de forma agradável e acessível para virtualmente qualquer público. Isso transparece nas letras e nas melodias do disco.

(Divulgação)

As referências literárias são por vezes evidentes, como o Mágico de Oz em “Vitória Régia”, onde Filipe e Rafael cantam o amor não correspondido entre acordes minimalistas e linhas melódicas espaciais. Noutras, são mais subliminares, como a Torre Negra, de Stephen King, em “Rodolfo Alucinado”, épica autointitulada em que a banda busca emplacar a melhor performance de nü-metal do ano, com um riff poderoso e a distorção memorável do Marshall Silver Jubilee.

Com o lançamento desse EP, a banda sente-se enfim pronta para preparar seu primeiro álbum completo, o “Rodolfo Alucinado”, previsão para o início do próximo ano; além disso, estão previstos os lançamentos dos singles do EP – 19, assim como de singles inéditos, ainda para este ano.

O EP “19” está disponível em todas as plataformas de streaming, e também para compra na loja do iTunes.

Sobre Rodolfo

O Rodolfo Alucinado foi fundado em Brasília, por Gkauvet, Rafael Caetano, Felipe Chavez, Abimael e Junior Trindade, colegas de ensino médio e pertencentes à cena da música autoral alternativa de Taguatinga. Respondendo a um anúncio num grupo do Facebook, Filipe Brito juntou-se à banda em 2015. Após diversas mudanças dos integrantes, a formação estruturou-se na composição atual, para shows ao vivo e para a gravação do disco 19, seu primeiro trabalho de estúdio.

O nome foi derivado da personalidade ímpar do grande amigo da banda Rodolfo Ivens, que tem, com seu jeito e com suas histórias, grande influência lírica sobre a arte do grupo.

Em 2021, a banda atravessa um ponto de ruptura em sua história, com o lançamento do EP 19, no outono. Foram selecionadas seis canções para gravação, que correspondem à diversidade do som do Rodolfo, e que propiciam aos fãs ouvir músicas conhecidas, já performadas ao vivo, com qualidade de estúdio. Além disso, no disco há 3 canções inéditas, adicionando ingredientes novos ao caldo dos Alucinados. Paixão pela música e pela performance emanam da essência do grupo.

Rodolfo Alucinado nas redes 

  • @rodolfoalucinado no Instagram
  • Facebook.com/rodolfalucinado no Facebook
  • @rodolfoalucinado no Twitter
  • Rodolfo Alucinado no YouTube

Alô Valparaíso/Com as informações