Misael Pereira Olair, de 19 anos, que confessou ter matado com 11 tiros a estudante Raphaella Noviski, de 16 anos, no último dia 06 de novembro, dentro da sala de aula onde ela estudava, no Colégio Estadual 13 de Maio, em Alêxania (GO), deixará a unidade prisional do município.

A Justiça determinou a transferência imediata de Misael para a Cadeia Pública de Valparaíso de Goiás (GO) por questão de segurança.

Em declaração ao jornal O Popular a mãe da vítima disse: “Fiquei sabendo que o pessoal dos Direitos Humanos foi na cadeia para ver a integridade do preso, porque ele estava com olho roxo. Cadê os Direitos Humanos para amparar minha família?”, questionou.

Da Redação