Aluno que confessou ter matado coordenador de colégio em Valparaíso será transferido para Goiânia

O adolescente de 17 anos vai ser levado para um Centro de Internação Provisória (CIP)

A Polícia Civil de Goiás, por meio do GIH-Grupo de Investigação de Homicídios, informou nesta sexta-feira (03/05), que o aluno de 17 anos, apreendido pelo assassinato do coordenador pedagógico do Colégio Estadual Céu Azul, Júlio Cesar de Sousa de 41 anos, será transferido para Goiânia neste sábado (04/05). Ele ficará em um centro de Internação Provisória (CIP).

Segundo o delegado do GIH, Rafael Abrão, desde a apreensão em Novo Gama, o menor está na delegacia de Valparaíso de Goiás, onde ele só pode ficar por no máximo cinco dias.

De acordo com Abrão, um advogado já esteve no local e cuida da defesa do menor. “O menor vai ser levado para Goiânia, porque a vaga saiu para lá, mas poderia ter saído para outra cidade”, informou.

Ainda de acordo com o delegado do GIH, a internação provisória tem prazo de 45 dias, mas, com a conclusão do inquérito, a Justiça pode decidir pela apreensão do menor por até três anos. “Estamos terminando de ouvir as testemunhas, solicitando o laudo da arma para fazer o confronto balístico com os projéteis retirados do corpo da vítima. O laudo final do corpo deve sair em 30 dias, mas vamos concluir o inquérito em 10 dias e remeter à Justiça para que possa decidir o quanto antes sobre a apreensão dele”, afirmou.

A Polícia também comunicou que ao menor será atribuído o ato infracional análogo ao crime de homicídio.

Da Redação do Alô Valparaíso/Com as informações do G1
detido

Menor será transferido para Goiânia neste sábado (04/05). (Foto: Divulgação/PCGO)

Compartilhe esta matéria!