Compartilhe esta matéria!

Alok e Nelsinho Piquet voltam a Brasília pelo Rally dos Sertões

DJ e piloto criados na capital terão a oportunidade de percorrer os caminhos do Cerrado pela maior competição off-road das Américas

Correr um rally pelo interior do Brasil já é uma emoção para quem participa e conhece as belezas escondidas do território nacional. Agora, imagine que no meio do trajeto esteja um local que evoque tantas e tantas recordações pessoais. Para o DJ Alok e o piloto Nelsinho Piquet, esse lugar é Brasília.

A 28ª edição do Sertões, que larga amanhã (30) de São Paulo e chega dia 07 de novembro em Barreirinhas (MA), terá a participação de algumas das maiores personalidades do entretenimento brasileiro e de pilotos mundialmente famosos. A lista inclui o chef de cozinha franco-brasileiro Olivier Anquier, o empresário e apresentador Álvaro Garnero, os pilotos Rubens Barrichello, Thiago Camilo, Felipe Fraga e os brasilienses de coração Alok e Nelsinho Piquet.

Nascido na Alemanha, mas criado na capital federal, Nelsinho Piquet terá a chance de disputar a competição na capital a bordo de um off-road UTV Can-Am Maverick X3. “Sem dúvida vai ser uma experiência muito especial: é o maior Rally das Américas, conhecido por seus desafios e belezas; e ainda esse ano vai passar por minha cidade, Brasília, e chegar em Barreirinhas, o local que escolhi para ter minha casa de férias e que considero um dos lugares mais bonitos do Brasil”, declarou o filho do tricampeão da Fórmula 1, Nelson Piquet.

Nelsinho gravou uma série de vídeos falando sobre seus lugares favoritos e o que é imperdível em Brasília. Acesse o Instagram da Setur-DF e confira as dicas do piloto, que já morou em diversos lugares mundo afora, mas afirma que considera a capital federal sua casa.

“Sinto muita saudade de Brasília, é uma cidade maravilhosa, onde tenho amigos, minha família e onde comecei no automobilismo. Quando venho procuro aproveitar ao máximo o que a cidade tem a oferecer”, afirma.

Entre os lugares favoritos de Nelsinho na capital estão o Lago Paranoá e o Parque da Cidade.

“São dois lugares que eu adoro, com muito espaço aberto, muito verde. Nunca deixo de correr no parque e de dar uma volta no lago de jet-ski ou de lancha com meu pai”, revela ele, que faz questão de apresentar os principais pontos turísticos de Brasília para quem nunca veio aqui.

“Uma volta pelos ministérios, pela Catedral, pela Torre de TV, pelo autódromo e pelo Pontão do Lago Sul é um roteiro imperdível”, aponta.

Se para Nelsinho a velocidade é algo corriqueiro, para o DJ Alok será uma experiência inédita. Sua primeira experiência no automobilismo será justamente no Sertões 2020 também a bordo de um UTV.

Mais do que a aventura ou a adrenalina de desbravar o interior do Brasil em alta velocidade, o que mais atraiu a atenção de Alok para o maior Rally das Américas foi sua dimensão social.

Nelsinho gravou uma série de vídeos falando sobre seus lugares favoritos e o que é imperdível em Brasília. Acesse o Instagram da Setur-DF e confira as dicas do piloto, que já morou em diversos lugares mundo afora, mas afirma que considera a capital federal sua casa.

“Sinto muita saudade de Brasília, é uma cidade maravilhosa, onde tenho amigos, minha família e onde comecei no automobilismo. Quando venho procuro aproveitar ao máximo o que a cidade tem a oferecer”, afirma.

Entre os lugares favoritos de Nelsinho na capital estão o Lago Paranoá e o Parque da Cidade.

“São dois lugares que eu adoro, com muito espaço aberto, muito verde. Nunca deixo de correr no parque e de dar uma volta no lago de jet-ski ou de lancha com meu pai”, revela ele, que faz questão de apresentar os principais pontos turísticos de Brasília para quem nunca veio aqui.

“Uma volta pelos ministérios, pela Catedral, pela Torre de TV, pelo autódromo e pelo Pontão do Lago Sul é um roteiro imperdível”, aponta.

Se para Nelsinho a velocidade é algo corriqueiro, para o DJ Alok será uma experiência inédita. Sua primeira experiência no automobilismo será justamente no Sertões 2020 também a bordo de um UTV.

Mais do que a aventura ou a adrenalina de desbravar o interior do Brasil em alta velocidade, o que mais atraiu a atenção de Alok para o maior Rally das Américas foi sua dimensão social.

Com a colaboração da Agência Brasília