A Agência Goiana de Habitação (Agehab) e a Secretaria Cidadã, pasta chefiada pela deputada estadual licenciada Lêda Borges de Moura, realizaram na última quarta-feira (6), a primeira reunião de trabalho para execução do Programa Estadual de Habitação para as Comunidades Tradicionais. 

O presidente da Agehab, Luiz Stival, e a secretária Cidadã, Lêda Borges, definiram um cronograma de ações. O primeiro atendimento será com o Cheque Mais Moradia modalidade Reforma, conforme definição do governador Marconi Perillo no anúncio da retomada do programa.

Serão beneficiadas de forma emergencial 610 famílias, sendo 300 cheques para reforma e 310 para construção. O atendimento começará pelas famílias tradicionais dos municípios de Alto Paraíso (Comunidade Moinho), Cavalcante (Kalunga), Flores de Goiás (Flores Velha), Monte Alegre (Kalunga), Niquelândia (Rufino Francisco) e Teresina (Kalunga), com reformas de moradias.

Documentação
Pelo cronograma, as entidades representativas das comunidades devem enviar a documentação para habilitação na Agehab até o dia 13 de abril. No dia 20, será realizada a capacitação para cadastramento e assinatura de convênio. O recebimento dos cadastros pela Agehab será até o dia 27. A entrega dos cheques pelo Governo de Goiás está prevista para a Ação Cidadã, promovida pela Secretaria Cidadã, nos dias 13 e 14 de maio, na Comunidade Engenho, em Cavalcante.

Também ficou definida reunião na próxima quarta-feira, dia 13, entre o presidente da Agehab, a secretária Cidadã e a superintendente da Caixa Econômica Federal, Marise Fernandes. Serão construídas 310 moradias de forma emergencial, com ampliação do programa para atendimento de outras 3 mil famílias.

O presidente da Agehab destaca que o programa é um esforço conjunto para atender às demandas dessas comunidades. Luiz Stival ressalta que a Agehab conhece a realidade dessas comunidades e está preparada para oferecer um atendimento que promova a melhoria da qualidade de vida e condições de moradia. As políticas públicas de Estado para comunidades tradicionais são coordenadas pela Secretaria Cidadã.

Lêda Borges explica que a Secretaria é intermediadora dos trabalhos. Além da Agehab, executora da política habitacional do Estado, existe convênio com entidades como Defesa Civil, Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), Secretaria de Saúde e Agetop. “A Secretaria visa prestar um serviço integral a essas comunidades”, ressalta.

Por Marcelo Carlos (com as informações de Goiás Agora)